» Hobby » Esportes » Artes marciais chinesas

Artes marciais chinesas

Galeria
Artes marciais chinesas

As artes marciais chinesas são várias artes criadas no próprio país e que são praticadas por boa parte da população. Já fazem parte do cotidiano do chinês e por isso já é considerado parte da cultura chinesa. A maioria das histórias aponta para Bodhidharma, um monge indiano que teria sido o responsável pela criação dessas artes e de algumas japonesas também. Ele teria vivido no Templo Shaolin por volta do século VI A.C, e lá teria criado essas artes.



A maioria dos estilos de artes marciais são levados como estilo de vida, e praticados pelos chineses como forma de manter a saúde em dia. Em alguns lugares, é praticada em praças públicas, em uma interação social entre chineses, como uma forma de se exercitar. O foco dessas artes geralmente está no controle do corpo, juntamente com o controle da mente. Não há restrições quanto à idade para a prática. Tanto os mais novos quanto os mais velhos, praticam algum estilo da arte.

Instruções
  1. 1

    Estilos Externos



    Esses são os estilos mais associados aos orientais, como os que geralmente aparecem nos filmes de lutas. Eles são normalmente mais rápidos e explosivos dando enfoque na mistura entre agilidade e força física.



    Esses podem ter duas funções básicas. Podem ser praticados por aqueles que buscam entrar em competições, ou para aqueles que apenas aplicam a luta e usam como estilo de vida ou forma de se proteger. Os mais conhecidos são o Wing Chun, que baseia-se em bloqueios curtos para defesa e socos para ataque, e o Shaolin Quan, que é um estilo mais explosivo e que tem mais enfoque nos chutes altos.

  2. 2

    Estilos Internos



    Esses estilos são mais ênfase no controle da mente ou espírito. A grande diferença para o externo é essa, ênfase no interno, como concentração e controle do corpo. Logo de início, antes de aprender os movimentos, o praticante de algum estilo interno irá aprender a controlar o seu Chi ou energia vital, que é como eles chamam. Depois de desenvolvido o Chi, o praticante começa a aprender os movimentos do estilo. É claro que isso não quer dizer que não terá exercício físico, que pelo contrário, terá e muito.

  3. 3

    Seja qual for o estilo escolhido pelo praticante, sabe-se que é um estilo de vida e serve para a proteção pessoal. Jamais será usado como um estímulo a violência ou coisa do tipo, já que nos templos chineses, um praticante que briga na rua ou fora do templo, é expulso imediatamente.

Comentários
blog comments powered by Disqus