» Casa » Segurança e Dicas Domésticas » Bronquite: possíveis causas

Bronquite: possíveis causas

Galeria
Bronquite: possíveis causas

Seja em sua versão aguda ou crônica, a bronquite é uma doença que afeta diretamente as vias respiratórias do indivíduo, provocando, como consequência, produção anormal de catarro, estado permanente de tosse, dor no peito, falta de ar quase torturante e febre. Os estágios mais avançados dessa inflamação nos brônquios levam a pessoa a desenvolver enfisema pulmonar e, em alguns casos, terminam mesmo em morte.

A bronquite aguda, ocasionada pela infestação de vírus equivalente ao da gripe, também pode se manifestar pela ação de bactérias ou fungos. Nesse caso, o uso de antibiótico não costuma surtir efeito e a saída passa a ser tratamento à base de muito repouso e ingestão constante de água. O processo de desinflamação da região afetada dura pelo menos 10 dias. Enquanto isso, não se tem outra coisa a fazer, a não ser esperar. Recomenda-se, pois, não fumar cigarro de jeito nenhum, evitar permanecer do lado de quem está fumando e não frequentar ambientes que possuam ar condicionado.

A bronquite crônica é a que representa maior risco à saúde. Por vezes, se instala geneticamente e acompanha o sujeito desde o nascimento, persistindo pelo resto da vida. Além de causar desconforto, tanto pelas sucessivas crises de tosse quanto pela dor que castiga a área do peito, a bronquite força o ser humano a ser menos sociável, uma vez que há chance de transmissão da enfermidade a partir do simples contato. O perfil crônico da bronquite exige internação.

Instruções
  1. 1

    Levar uma vida saudável, livre das chamadas doenças oportunistas, é possível, desde que a pessoa se posicione, permanentemente, em condição de se prevenir contra aquilo que pode representar perigo. No caso especial da bronquite, algumas recomendações são importantes, tais como: não fumar, tomar vacina antigripal pelo menos uma vez por ano, evitar frequente exposição a ambientes de comprovada poluição do ar e lavar as mãos várias vezes ao dia.

  2. 2

    Ainda que o sujeito afetado constate que a bronquite aguda não mais o incomoda, é comum que persista uma tosse seca. Esse problema pode permanecer por um mês inteiro.

  3. 3

    Os sintomas observados em quem chega à bronquite crônica recomendam precaução redobrada. Acontece, inclusive, de o indivíduo ter as pernas, tornozelos e pés tomados de inchaço, apresentar lábios roxeados e até tossir sangue.

Dicas e AVISOS
  • Praticar natação é um esporte bastante recomendado para quem tem propensão a desenvolver bronquite. Antes, porém, busque a orientação de um médico.
  • Uma bronquite mal resolvida pode culminar em algo ainda mais preocupante, caso da pneumonia.
Comentários
blog comments powered by Disqus