» Dinheiro » Finanças Pessoais » Caixa econômica empréstimo

Caixa econômica empréstimo

Galeria
Caixa econômica empréstimo

Considerado o maior sonho de consumo da maioria das pessoas, a aquisição da casa própria está cada vez mais acessível aos brasileiros. Com a economia aquecida e os incentivos de créditos oferecidos pelo governo, o setor imobiliário nunca vendeu tanto. Os empreendimentos são variados e atendem a todas as classes e gostos. O comprador além de realizar um sonho pode estar certo que no atual cenário econômico, investir em imóveis é uma aplicação segura e de grande liquidez.
Para aqueles que não dispõem de capital para compra, a Caixa Econômica Federal oferece diversas modalidades de crédito.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    Nessa modalidade o interessado pode optar por imóveis novos ou em fase de construção. A renda familiar deve estar entre R$465,00 e R$5000,00. As parcelas não podem superar em 30% a renda bruta total.

    Os limites para de valor do imóvel são diferentes para cada tipo de cidade:

    Até R$190.000,00 – Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo;
    Até R$170.000,00 – Municípios com população superior a um milhão de habitantes;
    Até R$145.000,00 – Municípios com população superior a 250 mil habitantes;
    Até R$115.000,00 – Municípios com população superior a 50 mil habitantes;
    Até R$ 90.000,00 – Demais Regiões.

    O montante financiado depende do prazo de amortização:

    Até 240 meses 100%;
    De 241 a 300 meses 90%
    De 301 a 360 meses 80%

  2. 2

    As taxas de juros são menores se o candidato tiver relacionamento com as agências da Caixa. Os juros sobem progressivamente conforme a renda familiar. Com renda bruta de até R$2.455,00, pagará taxa de juros nominal de 5%, podendo chegar a até 8,16% se tiver o limite enquadrado no programa.

    Simule o financiamento através do site da Caixa, vá a uma das agências e converse com um dos gerentes. Apresente a documentação que será definida de acordo com o perfil do interessado no ato da simulação. Em posse dos documentos, a Caixa autorizará ou não seu crédito.

  3. 3

    A Caixa realizará avaliação do imóvel e da documentação dos vendedores. A operação será finalizada através da assinatura dos contratos na agência da Caixa, o vendedor receberá o pagamento e comprador poderá fazer a transferência da escritura. O interessado deverá sempre fazer a simulação no site e verificar se enquadra-se no programa Minha Casa Minha, Minha Vida. Caso não seja possível a Caixa oferece outras linhas de créditos com juros um pouco maiores. No entanto, pode-se financiar um imóvel usado.

Dicas e AVISOS
  • Para ter um relacionamento com a agência e conseguir as menores taxas de juros, o comprador deverá atender os seguintes requisitos: * Possuir conta corrente com Cheque Especial * Possuir cartão de crédito * Transferir o crédito do salário para a caixa * Autorizar o débito da prestação em conta corrente. 2. Poderá ser utilizado recursos do FGTS para entrada ou amortização do saldo devedor. 3. O candidato poderá escolher entre dois sistemas de amortização, o SAC ou SACRE.
Comentários
blog comments powered by Disqus