» Saúde » Beleza e Cuidados Pessoais » Celulite infecciosa: saiba mais

Celulite infecciosa: saiba mais

Galeria
Celulite infecciosa: saiba mais

A celulite é um fantasma na vida de muitas mulheres e que pode influenciar na auto estima. Muitas mulheres deixam de colocar biquíni ou ousar um pouco mais nas roupas por vergonha de mostrar as celulites. Os furinhos que aparecem na pele são chamados cientificamente de lipodistrofia ginóide. A celulite que a maioria das mulheres tem é a mais simples e menos incomoda, mas existem também a celulite infecciosa caudada por uma bactéria no tecido da pele e que pode levar a amputação de partes do corpo e até mesmo a morte.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    A celulite infecciosa é considerada uma doença muito grave que pode se instalar no organismo através de uma unha encravada, espinha, ferida ou qualquer outro tipo de rompimento da pele. As bactérias que causam esse tipo de problema são as estreptococos e as estafilococos, elas se instalam do organismo e dão inicio ao processo infeccioso.

  2. 2

    Quando as bactérias atingem o tecido subcutâneo da pele as lesões começam a ficar em evidencia. Com o tempo a infecção pode se espalhar por todo o tecido da pele.
    Os sintomas mais comuns da celulite infecciosa é a vermelhidão na pele, febre alta, muita dor na região em questão, edemas, pele com aspecto de maciez e fragilidade e regiões da pele com as bordas levantadas.

  3. 3

    O risco da celulite infecciosa é quando acontece a septicemia. A septicemia é uma inflamação generalizada que pode acometer o organismo como um todo. Se a celulite infecciosa não for tratada a tempo, a infecção se alastra pelos tecidos próximos a área afetada e depois acaba caindo na corrente sanguínea. Quando chega nesse ponto, a celulite infecciosa leva a pessoa doente à morte.
    As regiões mais comuns de celulite infecciosa são o rosto, os pés e as pernas. Quando a infecção começa no rosto já é considerado um quadro mais grave se comparado as outras situações. No rosto é mais grave porque as bactérias podem causar meningite, o que torna mais difícil a recuperação do doente.

  4. 4

    O tratamento é feito com o uso de antibióticos. Para a bactéria estafilococos se usa o antibiótico dicloxacilina, para os casos mais graves se usa nafcilina e oxacilina. Para as infecções causadas por estreptococos se usa penicilina.
    Para reduzir as dores causadas pela infecção é usada elevar e imobilizar a região em questão para diminuir os edemas. Também se aplicam curativos úmidos e frios.
    É preciso procurar um dermatologista assim que for observada alterações na pele e compatibilidade com os sintomas citados acima, pois quanto mais rápido começar o tratamento mais chances se tem de dar certo.

Comentários
blog comments powered by Disqus