» Dinheiro » Procura por Emprego e Vida Profissional » Como abrir uma empresa individual

Como abrir uma empresa individual

Galeria
Como abrir uma empresa individual

Abrir uma empresa individual ficou mais fácil, tanto na parte de documentação e exigências quanto nos custos. Atualmente milhares de brasileiros já formalizaram seus negócios, obtendo nota fiscal, CNPJ e seguro da Previdência Social através do programa Empreendedor Individual. Aqui você aprenderá o passo a passo para formalizar a sua empresa de forma simples e segura.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    O primeiro passo é entender quem é o Empreendedor Individual. É chamado de Empreendedor Individual aquele que já trabalha por conta própria ou que deseja ter seu próprio negócio e que se legaliza através do site. Embora seja muito fácil se cadastrar a empresa precisa preencher certos requisitos: o dono da empresa não pode ter participação em outro negócio, nem mesmo como sócio. Além disso, é preciso estar atento a renda anual, que pode ser de no máximo sessenta mil reais.


  2. 2

    A sua empresa estará dentro do Simples Nacional, ficando assim isenta de pagar os tributos federais, tais como imposto de renda, IPI, CSLL, PIS e COFINS. O custo mensal dessa formalização e de apenas R$27,25 para o INSS, R$5,00 para prestadores de serviço e um real para o Comercio e Indústria. O pagamento assim como o cadastro, é feito através do carne emitido no próprio Portal do Empreendedor no site www.portaldoempreendedor.gov.br. O documento para pagamento é chamado de DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional).

  3. 3

    Assim que fizer o cadastro, já terá em mãos o numero do seu CNPJ e da inscrição na Junta Comercial. Não é necessário anexar nenhum documento, nem mesmo encaminhar algo a Junta Comercial.

  4. 4

    Sua empresa pode ter apenas um funcionário que ganhe até um salário mínimo ou o nível correspondente ao da profissão exercida. Você deve fazer a Guia do GFIP e o FGTS até ao dia sete de cada mês. Assim que entregar essas guias também deve efetuar o pagamento do FGTS, sendo oito por cento do valor do salário do funcionário e três por cento desse salário que será recolhido para a Previdência Social. É importante esse recolhimento para evitar reclamações trabalhistas e principalmente para garantir que seu funcionário tenha todos os benefícios da Previdência Social garantidos.

  5. 5

    Você também deve obter o Alvará de Localização, você dever verificar se o local que você deseja abrir sua empresa está dentro dos Códigos de Zoneamento Urbano e das Posturas Municipais. Isso é feito para garantir que não existem restrições para exercer suas atividades no local desejado, caso haja, você deverá mudar o local.

Dicas e AVISOS
  • Em caso de dúvidas, procure o Sebrae ou a Junta Comercial da sua cidade.
Comentários
blog comments powered by Disqus