» Dinheiro » Procura por Emprego e Vida Profissional » Como calcular férias proporcionais

Como calcular férias proporcionais

Galeria
Como calcular férias proporcionais

Mesmo que o funcionário de uma empresa não tenha cumprido doze meses de trabalho, ele tem direito a receber férias proporcionais aos meses trabalhado. Por isso que é importante para todo o empregador saber fazer esse cálculo para que, o colaborador receba as férias de acordo com a clt e para o funcionário não ser enganado por empresas que não cumprem as leis. Também é importante os dois lados terem conhecimento do cálculo referente às férias proporcionais para um eventual engano na hora do cálculo, o qual todos estão sujeitos. a teoria da proporcionalidade sempre parte de um total. No caso das férias 12 meses se refere ao total. Assim faça o cálculo conforme a seguir.

Instruções

Coisas que você precisa

  • aconselhável usar o programa de planilha excel
  • caderno para anotações
  • calculadora
  1. 1

    Normalmente esse fator de pagamento de férias proporcionais, está ligado ao desligamento do funcionário da empresa. Sendo assim, sempre que algum funcionário for demitido ou pedir demissão vai acontecer um cálculo de férias proporcionais a ser pago pelo empregador. Esse direito está vinculado ao aviso prévio. Apesar de sempre ser pago, é necessário o aviso prévio a partir da parte que resolve pelo desligamento.

  2. 2

    Para fazer o cálculo, recolha todos os holerites do período aquisitivo a ser calculado e some os valores. O valor total será dividido por doze que é o total de meses trabalhados para se ter direito a férias.
    Some todos os meses trabalhados no período aquisitivo em questão. Pegue o valor mensal devido e some aos meses trabalhados.

    Acrescente os 33% referente ao adicional de férias previsto em lei. Para fazer isso é só multiplicar o valor total por 1,33. Também pode pegar o valor total e dividir por três. Depois basta somar o cálculo anterior com esse valor da divisão. Caso não tenha todos os holerites, poderá fazer o cálculo pelo valor bruto do salário. Mas nesse caso sempre terá um valor aproximado e nunca exato.

  3. 3

    Para calcular períodos quebrados de meses deve considerar o seguinte: quando se trabalho um mês e dias deve lembrar que apenas a partir do décimo quinto dia se acrescenta mais uma mês. Se o funcionário trabalhou 6 meses e 14 dias ele tem 6/12 avos para fins de rescisão. Caso tenha trabalhado 6 meses e 15 dias, passa a ter direto a 7/12 avos para o cálculo. Lembre-se que o mês para fins de rescisão tem 30 dias.

Dicas e AVISOS
  • Se tiver alguma dúvida procure uma pessoa de sua confiança para colaborar nos cálculos
Comentários
blog comments powered by Disqus