» Casa » Segurança e Dicas Domésticas » Como calcular número de mols

Como calcular número de mols

Galeria
Como calcular número de mols

Na química, em muitas situações, existe um interesse em calcular o número de átomos, íons e moléculas presentes na massa de uma amostra. Isso é fundamental para a química quantitativa, a qual mede valores de propriedades de substâncias. Porém, trabalhar com número de átomos significa trabalhar com números imensos, da ordem de mais de 20 casas decimais! Assim, é conveniente definir uma grandeza de contagem, assim como uma dúzia é usada para contar 12 unidades. O mol foi definido para isso e 1 mol de objetos foi definido como sendo igual ao número de átomos presentes em uma amostra de carbono-12 (isótopo do carbono) de exatamente 12 g.
Um mol pode ser considerado análogo a uma dúzia, por exemplo. Caso você comprasse uma caixa contendo uma dúzia de latas de refrigerante, mesmo sem abrir a caixa, você já sabe que deveria encontrar 12 latas lá dentro. Porém, caso não soubesse o valor de uma dúzia e quisesse determinar isso sem abrir a caixa, poderia medir o peso da caixa com todas as latas e dividi-lo pelo peso de apenas uma lata, obtendo 12.
Para descobrir o valor de um mol, ou seja, quantos átomos existem em uma amostra de 12 g de carbono-12, poderíamos contar todos esses átomos. É claro que isso é completamente inviável, pois trata-se de um número imenso de partículas microscópicas. Assim, a opção mais viável é aquela análoga a feita com a caixa de refrigerantes. A massa de um átomo de carbono-12 pode ser determinada com um aparelho chamado espctômetro de massas e vale 1,99265 x 10^(-23) g (o símbolo ^ indica potência). Dessa forma, o mol pode ser calculado:
12 g/[1,99265 x 10^(-23) g/mol] = 6,0221 x 10^23 átomos.
Ou seja, um mol de objetos equivale a cerca de 600.000.000.000.000.000.000.000 objetos! Esse número foi chamado de constante de Avogadro, em homenagem ao cientista italiano, Amaedo Avogadro, que ajudou a estabelecer a existência dos átomos.
Para calcular o número de mols existentes em uma amostra qualquer, basta fazer o processo inverso. Para isso, é necessário conhecer um dado já tabelado, chamado massa molar da substância. A massa molar pode ser encontrada em tabelas periódicas e mede quantos gramas da substância existem em um mol.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    Para calcular o número de mols (n) de uma substância qualquer, é preciso conhecer a massa molar (mm) e a massa (m) da substância. Tendo os dados é possível fazer o cálculo pela seguinte relação:
    n = m/mm

    Por exemplo, para calcular quantos mols existem em uma amostra de 46 gramas de sódio (Na), de massa molar 23 g/mol:
    n = 46/23 = 2 mols de sódio.

Comentários
blog comments powered by Disqus