» Hobby » Cultura e Sociedade » Como é feita a apuração de uma eleição

Como é feita a apuração de uma eleição

Galeria
Como é feita a apuração de uma eleição

Com a adoção das urnas eletrônicas em todas as seções eleitorais no Brasil, a apuração ficou mais ágil e rápida, sendo obtida no mesmo dia da votação, feita por computadores e com transferências de arquivos criptografados. Após o encerramento das votações, a própria seção eleitoral é responsável pelo início da contagem que depois é enviada para ser somada com as de outras seções no cartório eleitoral. O cartório as envia, então, para os Tribunais Regionais Eleitorais, onde apuram, após as verificações de autenticidade, os resultados finais das Eleições.

Instruções
  1. 1

    Antes do início das votações, cada urna emite uma zerésima, que é um documento impresso mostrando que a urna eletrônica em questão está zerada, não contém votos, para não haver dúvidas sobre o resultado obtido por ela. Depois, com a votação encerrada e as urnas fechadas, a própria seção eleitoral se encarrega de iniciar a contabilização dos votos, acionando um simples botão na urna, que automaticamente contabiliza os votos válidos, os nulos, os votos em branco e as abstenções. Esse relatório então é passado para um disquete, ou pen-drive, e enviado para o cartório eleitoral ao qual a seção pertence. O arquivo é criptografado e só pode ser aberto pelo programa específico feito para a Justiça Eleitoral.

  2. 2

    Ao receber os resultados de cada seção eleitoral, o cartório compila as informações, organiza e envia, através de uma rede privativa, segura de acessos externos, para o Tribunal Regional Eleitoral do estado respectivo. Os Tribunais Regionais possuem uma máquina totalizadora, que recebe os dados e checa sua procedência, verificando se a assinatura digital do arquivo é a do software oficial da Justiça Eleitoral, se a identificação da urna bate com a dos dados e se os resultados não contêm aberrações que podem indicar erros, como a quantidade de votos nulos ou em branco e de abstenções por exemplo.

  3. 3

    Nos Tribunais Regionais Eleitorais são feitas as totalizações e os resultados são divulgados. Apenas na votação para a Presidência da República é que os dados são, também, enviados para o Tribunal Superior Eleitoral e lá, então, a contabilização nacional é feita para, só assim, divulgar o resultado nacional da Eleição. Para o resultado final, são levados em conta apenas os votos válidos, ou seja, depois de excluir os votos nulos e brancos. Do total de votos válidos são tiradas as porcentagens que determinarão se haverá segundo turno para os cargos majoritários do Poder Executivo e quais os números de cadeiras que cada partido conquistou para os cargos proporcionais do Legislativo.

Comentários
blog comments powered by Disqus