» Casa » Segurança e Dicas Domésticas » Como faço para receber o seguro desemprego

Como faço para receber o seguro desemprego

Galeria
Como faço para receber o seguro desemprego

Todos os dias, milhares de pessoas no Brasil perdem os seus empregos. As demissões são causadas por diversos motivos, entre eles está o pedido de demissão por parte do funcionário, as dispensas por justa causa e também os desligamentos realizados por iniciativa do empregador.

Nesse último caso, o funcionário demitido terá direito, conforme a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) a receber algumas indenizações por parte do empregador e também a receber o seguro desemprego, que é uma assistência temporária, paga pelo governo ao trabalhador, para que o mesmo possa se manter durante o período que estiver a procura de uma nova oportunidade no mercado de trabalho.

Se você foi demitido (a) recentemente, é importante ficar atento (a) aos prazos e processos para dar entrada no seguro desemprego e assim garantir esse direito nesse momento tão complicado. Siga os passos abaixo para saber como realizar a sua solicitação.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    Primeiramente, é importante saber quem tem direito ao benefício e qual o prazo para realizar a sua requisição. Todo trabalhador demitido sem justa causa e tiver trabalhado ao menos seis meses consecutivos antes de sua data de demissão, recebendo salário terá direito a requerer o benefício. O trabalhador terá do 7º ao 120º dia após a data de sua demissão para requerer o benefício, após esse prazo não será mais possível dar abertura ao processo, portanto é importante ficar atento (a).

  2. 2

    Para fazer o requerimento, o trabalhador deverá providenciar a seguinte documentação:

    Comunicação de Dispensa e Requerimento do Seguro Desemprego; Termo de rescisão do Contrato de Trabalho (TRCT); Carteira de Trabalho; Carteira de Identidade ou Certidão de Nascimento ou Certidão de Casamento com Protocolo de requerimento da Carteira de Identidade ou Carteira Nacional de Habilitação (CNH modelo novo) dentro do prazo de validade ou Passaporte ou Certificado de Reservista; Comprovante de inscrição no PIS/PASEP; Documento de levantamento dos depósitos no FGTS ou extrato comprobatório dos depósitos; Cadastro de Pessoa Física (CPF); Comprovante dos 2 últimos contracheques ou recibos de pagamento para o trabalhador formal.

    A documentação deverá ser levada exatamente nessa ordem, pois a não apresentação de qualquer um dos documentos citados impedirá a abertura do processo.

  3. 3

    Após reunir toda a documentação necessária, basta comparecer a uma Delegacia Regional do Trabalho (DRT), a um posto de atendimento do Sistema Nacional de Emprego (SINE) ou a uma agência credenciada da Caixa Econômica Federal e dar entrada no processo de requisição do seguro desemprego.

  4. 4

    Por fim, basta aguardar o prazo informado pelo local onde foi dado início ao processo e acompanhar o andamento do processo de habilitação, que pode ser feita pela internet acessando o site do Ministério do Trabalho e digitando o número de seu PIS/PASEP.

Comentários
blog comments powered by Disqus