» Hobby » Atividades Recreativas » Como fazer a manutenção de navios cisterna

Como fazer a manutenção de navios cisterna

Galeria
Como fazer a manutenção de navios cisterna


Um navio cisterna é uma embarcação de grande porte destinada ao transporte marítimo de substâncias químicas, normalmente no estado líquido, como o petróleo; estes navios têm depósitos separados, com a finalidade de ser evitada qualquer tipo de contaminação.

A manutenção de navios cisterna segue os mesmos procedimentos que a manutenção de qualquer outro tipo de embarcação de grande porte.



Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1


    A manutenção de navios é feita periodicamente, por pessoal especializado e credenciado, em estaleiros navais, seguindo normas internacionais e também procedimentos previamente definidos pelos armadores e pelas autoridades marítimas.

    A manutenção consiste em reparação de partes do navio e peças, ou substituição destas que se encontrem defeituosas ou em fim de vida.

    Os trabalhos de manutenção decorrem com o navio colocado num dique seco (ou doca seca), onde se procede à manutenção do casco.

    As restantes operações de manutenção tanto podem ser feitas no interior do navio, como em áreas oficinais e tecnológicas, no caso em que é possível desmontar as peças a serem objeto de manutenção.

    Para além das facilidades atrás referidas os estaleiros navais devem ter cais de acostamento, doca flutuante, plano inclinado, pórtico de elevação (para movimentação de peças) e embarcadouro, para estacionamento dos navios.

    Embora existam estaleiros navais em grande parte dos países, atualmente os mais utilizados (que realizam cerca de 75% das encomendas) situam-se na Ásia – Japão, Coréia do Sul e China.

    Depois de concluída a manutenção, o navio é inspecionado por uma entidade independente especializada, para que seja considerado apto para a navegação.


  2. 2


    As operações de manutenção do casco do navio, incluindo a parte normalmente submersa (a carena) compreendem a decapagem e a pintura, e ainda a verificação do estado das eventuais soldaduras (utilizando o método radiográfico), e a sua eventual reparação.

    No caso dos navios cisterna reveste de grande importância a manutenção dos depósitos e respetiva tubulação, a fim de garantir que não haja fugas.

    É feito um ensaio de estanquidade para verificar a integridade dessa parte do navio, e caso se detetem fugas procede-se à respetiva reparação, por soldadura, ou por substituição das partes defeituosas, designadamente na tubulação.

    A imagem mostra uma fase de manutenção do casco

  3. 3


    Para além do casco são efetuados trabalhos trabalhos de manutenção nos seguintes componentes e sistemas:

    - Peças em madeira (tratamento das superfícies e envernizamento).

    - Caldeiras(revisão geral, isolamentos e refratários, limpeza química, tubulação e ensaios de pressão).
    - Motores marítimos (revisão geral, alinhamento, sistema de lubrificação, entre outros).

    - Hélice (que depois de revista deve ser submetida a um ensaio de cavitação).
    -Turbocompressores, bombas de vácuo, estruturas metálicas, revisão geral de válvulas e sistemas de bombagem e tubulações de fluídos (manutenção mecânica e hidráulica).

    - Instalações elétricas e fontes de produção de energia - geradores (manutenção elétrica).

    - Sistemas eletrônicos de navegação (radar, sonar, radux e GPS, por exemplo), e de comunicação via rádio.

    - Limpeza geral.

    A imagem mostra uma fase de manutenção mecânica.

Comentários
blog comments powered by Disqus