» Família » Como Fazer com que as Crianças Gostem de Alimentos Saudáveis

Como Fazer com que as Crianças Gostem de Alimentos Saudáveis

Galeria
alimentos saudáveis

Nos lares onde vivem crianças pequenas, a hora do almoço costuma ser a hora da missão impossível para os pais, que tentam fazer com que as crianças se alimentem corretamente e de maneira saudável. Do aviãozinho às promessas de que a criança irá receber algo se comer tudo o que está no prato, os pais tentam de todas as formas fazer com que a criança se alimente bem. Mas fazer a criança comer quase que contra sua vontade, não significa ensinar a criança a gostar desse tipo de alimentação– muitas vezes essas técnicas podem fazer com que a criança queira cada vez mais distancia de certos alimentos.

Confira aqui algumas dicas para estimular as crianças a adquirirem bons hábitos alimentares!

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    Faça algumas misturinhas inserindo os legumes e verduras no meio da comida. E é muito importante ressaltar que misturar não significa bater tudo no liquidificador para ficar sem cor, sem cheiro e para esconder esses alimentos da criança. É importante que a criança tenha contato com esses alimentos e aprenda a escolher de quais gosta ou não gosta. Bater no liquidificador ainda faz com que as verduras e legumes percam suas fibras, por isso, para que as crianças pequenas possam ingeri-los com mais facilidade, o ideal é amassá-los com um garfo.

    Nas sopas de legumes, escolha sempre um que será predominante, como a cenoura, a beterraba, a mandioquinha e etc.

    Acrescente legumes cortados bem fininhos ao recheio de panquecas, omeletes, croquetes, hambúrgueres e almôndegas caseiras.

  2. 2

    Apresente a criança ao yakissoba, o macarrão japonês misturado com legumes que é um prato saudável e que a maioria das crianças gosta. Você pode comprar o yakissoba pronto ou fazer em casa mesmo usando massa longa, os legumes que tiver em casa e um pouco de molho shoyu.

    Inclua nas refeições com as crianças alimentos que elas possam pegar com as mãos, como tomate-cereja, cenoura baby, espigas de milho, pepino e etc.

    Deixe as saladas mais interessantes espalhando sobre as folhas e legumes um pouco de croutons, batata palha, ovo cozido picadinho e etc.

    Cuide para não cozinhar demais os legumes, no geral, quando estão muito cozidos eles tendem a perder boa parte de suas
    fibras. Evitando cozinhá-los demais, os legumes ficam mais crocantes, saborosos e com uma cor mais atraente para a criança.

  3. 3

    Não repita os mesmos pratos do almoço no jantar, crianças precisam de inovação, se for reaproveitar os alimentos do almoço, tente reinventar as combinações na mesa.

    Evite algumas práticas comuns que os pais fazem para convencer as crianças a comerem, como pedir que a criança “raspe” o prato, ajudar a criança a terminar o prato, dizer que a criança ficará doente se não comer ou ainda chantagear a criança dizendo que só ganha sobremesa se comer tudo as verduras. A alimentação nunca deve ser base de nenhuma troca e nunca se deve forçar a criança a comer, deve sempre esperar que a criança sinta fome e apetite. Bons hábitos alimentares podem demorar a serem criados pelas crianças, mas se ela conviver num lar onde todo mundo se alimenta bem, logo ela também criará esse hábito.

Comentários
blog comments powered by Disqus