» Dinheiro » Procura por Emprego e Vida Profissional » Como fazer errata

Como fazer errata

Galeria
Como fazer errata

A Errata de qualquer documento digitado é apenas opcional, já que ela serve para "guardar" os erros cometidos durante uma digitação de monografias, tcc's e outros documentos científicos que não podem conter erros deste tipo. As erratas também são as escolhidas quando algum jornal ou uma revista pública querem "se desculpar" por um erro cometido, e dar algumas satisfações para os leitores sobre o terrível engano cometido. Como a errata tem um formato próprio, é preciso entendê-la para começar a construir uma, ou seja, montar a sua errata é apenas uma tarefa que requer uma organização específica. Aqui no "Assim Se Faz", você aprende o formato de uma errata e como fazê-la de forma perfeita e clara.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    O primeiro passo para para a construção de uma errata é saber que os erros cometidos deverão estar bem organizados e indicados de forma clara, para que o leitor da monografia ou jornal, possa ter noção do ocorrido.
    Comece identificando os tipos de errata. Geralmente, as erratas acadêmicas devem vir em um papel avulso ou colocado em anexo ao trabalho em questão, mesmo depois de impresso, logo depois da folha de rosto. Já os livros, colocam as suas erratas na última página ou em algum encarte separado da obra mas que seja vendido junto com a mesma. É muito importante saber distinguir a localização da sua errata antes de começar a contruí-la.

  2. 2

    Depois, é preciso levar em consideração um modelo já pré determinado para a construção de uma errata. O modelo é bastante simples e é em forma de tabela, para a a organização seja o "prato principal" da construção.
    Na primeira linha da tabel deverá escrever: Página, Linha, Onde se lê, Leia-se.
    Na segunda, por exemplo, poderá escrever: 3, 6, conclusao, conclusão.
    E, por fim na terceira linha: 26, 11, historia, história.
    A maioria dos erros de errata estão relacionados com acentuação e, por isso, nos exemplos, as palavras utilizadas obedeceram a estes tipos de erros mais comuns nos documentos digitados.

  3. 3

    O terceiro e último passo é saber como construir o modelo de sua errata com as seguintes regras:
    No cabeçalho da página onde a errata vai estar contida, escreva as informações como sobrenome e iniciais do nome, seguidos do título da dissertação ou tese, o ano de publicação e o número total de páginas. Escreva o nome da sua dissertação e siga o procedimento abaixo:
    (Mestrado em Engenharia de Petróleo) – Faculdade de Engenharia do Rio de Janeiro, Universidade Federal Fluminense, RJ, 2011.
    Em seguida construa a sua tabela o mais organizada possível e com todos os erros cometidos, sendo ortográficos, gramaticais ou de acentuação.

Comentários
blog comments powered by Disqus