» Alimentos » Receitas » Como fazer molho ervas finas

Como fazer molho ervas finas

Galeria
Como fazer molho ervas finas

Molhos de ervas finas são muito versáteis e combinam bem com inúmeras receitas. Entre os molhos deste tipo, podemos citar o famoso Pesto e também molhos de manjericão.
Servem bem em pratos com carnes brancas e frutos do mar, especialmente. Há receitas de ostras, lombos de porco, salmão e outros peixes servidos com esse tipo de molho. Também serve bem com macarronadas de vários tipos. A seguir, uma sugestão de receita que você pode conferir.

Dificuldade
Fácil
Instruções

Coisas que você precisa

  • Bacia para deixar os vegetais de molho.
  • Travessa para servir.
  • Panela.
  • Liqüidificador ou processador.
  1. 1

    Ingredientes:

    - 1 xícara e meia de água.
    - 1/2 pimentão picado (pode ser de qualquer cor, ou então pimentões de cores diferentes).
    - 1 cenoura ralada.
    - 2 tabletes de caldo de carne (ou então o caldo que sobrar de algum filé refogado).
    - Manjericão.
    - Orégano.
    - Pimenta.
    - 1 maço de salsa
    - 1 folha de louro, ou o equivalente em louro em pó.
    - 1 quilo de tomate picado, sem pele.
    - 2 colheres de sopa de molho de tomate (pronto, ou de preferência feito em casa).
    - 1 quilo de tomate picado, sem pele.
    - 2 colheres de sopa de molho de tomate (pronto, ou de preferência feito em casa).
    - 1 colher de sopa de margarina.
    - 2 colheres de azeite.
    - 2 dentes de alho.
    - 1 cebola picada.
    - 1 colher de sopa de cebolinha verde, ou a quantidade que preferir, picada.
    - Sal a gosto, mas de preferência não muito.

  2. 2

    Lave bem os temperos e o pimentão, especialmente os temperos em folha.
    Após isso, pique o pimentão e a cebolinha. Reserve. Reserve também um prato de cenoura ralada.

  3. 3

    Para os tomates você realizará o seguinte procedimento:

    Deixe os tomates que serão utilizados de molho em uma solução de bicarbonato de sódio, para retirar os agrotóxicos (uma boa quantidade é retirada com esse processo, mas não tudo). Se os tomates forem orgânicos ou hidropônicos (e não ouver aplicação de venenos igualmente), não precisará deixar de molho, só lavar.

    Para retirar a casca, espete o tomate no garfo e encoste na boca do fogão ligada em fogo baixo, até ouvir um pequeno estralo ou ver as bolhas se formarem e a casca rebentar. Após isso, coloque o tomate em água corrente até esfriar, e então vá puxando a casca.

    Para as duas colheres de molho de tomate,pode utilizar um molho de tomate já previamente preparado por você e congelado, molho pronto, ou então simplismente processar ou esmagar bem com o garfo e cozinhar em uma pequena frigideira essa quantia de tomate.

  4. 4

    Agora, com excessão do pimentão, da cenoura, da cebola e cebolinha já picadas, do alho (também deve estar picado ou esmagado), da folha de louro (que de preferência deve ser posta num moedor e transformada em pó, do manjericão (as folhas devem ser destacadas do ramo inteiras, para dar um aspecto bonito ao molho), liqüidifique os ingredientes restantes. Então, misture os ingredientes listados acima e estará tudo pronto.

Dicas e AVISOS
  • A cebola, como será usada crua, deve ser escaldada antes de ser cortada ou adicionada ao molho. Pois senão deixará uma sensação de ardido na boca.
Comentários
blog comments powered by Disqus