» Hobby » Artes e Entretenimento » Como fazer segunda voz

Como fazer segunda voz

Galeria
Como fazer segunda voz

A música sertaneja é um dos gêneros musicais que mais fazem sucesso no Brasil. Desde os anos 1990, os cantores sertanejos conquistaram o país com suas letras românticas e a característica segunda voz que dava um colorido a mais na canção. Este procedimento no canto, de harmonizar as vozes, em primeira e segunda voz também é muito utilizado na música gospel, no soul, na black music e em diversos outros gêneros musicais.
Alguns cantores e cantoras iniciantes, no entanto, não dominam, ou desconhecem as técnicas de segunda voz, sendo que tão importante quanto a voz principal. A segunda voz é um adorno melódico que dá um colorido a musica, tornando-a mais rica e mais trabalhada em melodias.

Instruções
  1. 1

    Saiba como fazer segunda voz.
    Sabe-se que no canto, emitem-se notas musicais através das palavras cantadas, que formam melodias, que caminham por entre os limites musicais da harmonia da música. Lembrando que melodia é caracterizada, como uma sucessão coerente de sons e silêncios, enquanto harmonia refere-se ao encadeamento dos sons simultâneos que formam os acordes e os blocos de notas que se organizam em um sentido de conjunto.
    O canto é, portanto, a melodia que é emitida pelo vocalista do conjunto, tendo por base harmônica os instrumentos que o acompanham. Um vocalista só poderá cantar uma nota por vez e, portanto, limita-se a executar a parte melódica principal da canção. Quando se fala em segunda voz, fala-se em uma harmonização vocal, sendo que, o cantor principal canta as notas pré-definidas enquanto a segunda voz harmoniza estas notas “principais” cantando as notas correspondentes a terça maior ou quinta maior da nota emitida. Por exemplo: enquanto a voz principal está emitindo a nota Dó (tônica) a segunda voz emite um Mí (terça maior de dó), ou um Sol (quinta maior de Dó) e assim sucessivamente.

  2. 2

    Perceba que ao fazer esta complementação do canto principal, os cantores de segunda voz poderão utilizar a voz tal qual os instrumentistas utilizam seus instrumentos musicais, ou seja, emitindo notas com afinação precisa. Como o cantor trabalha com o próprio corpo como instrumento musical, é preciso, para executar a técnica de segunda voz e harmonização vocal de maneira correta, conhecer bem o som de cada nota, competência esta que é denominada “solfejo”. No solfejo, o cantor emite sem o auxílio de um instrumento guia todas as notas do campo harmônico e para isto, precisa conhecê-las bem. Daí a grande dificuldade de se fazer a segunda voz. Alguns músicos profissionais chegam a afirmar que o conhecimento requerido para cantar as segundas vozes da canção é bem maior do que o que se precisa para cantar a primeira voz.

  3. 3

    Neste vídeo http://www.youtube.com/watch?v=13H8dstgI-o&feature=fvwrel, o cantor Marcio Guerra dá valiosas dicas de exercícios para você começar o estudo do canto em harmonização, ou seja das segundas, terceiras e quintas vozes que podem ser acrescentadas às músicas. Acesse o canal do cantor Marcio Guerra no youtube e tente reproduzir em casa, com o auxílio de um violão, os exercícios propostos que consistem no canto das terças e quintas das notas que você reproduzir no instrumento musical.
    Com um pouco de persistência e disciplina, os resultados podem ser surpreendentes.

Comentários
blog comments powered by Disqus