» Dinheiro » Imóveis e Investimentos » Como hipotecar um imóvel

Como hipotecar um imóvel

Galeria
Como hipotecar um imóvel

O crédito com garantia em imóvel conhecida como hipoteca é uma modalidade de empréstimo muito difundida no mundo e também no Brasil. Apresentada pelos bancos e agências de empréstimos como uma solução vantajosa ao contratante, a hipoteca é uma garantia segura que os bancos receberão o valor do empréstimo. Dessa forma, essas instituições oferecem taxas de juros mais em conta para essa modalidade. A principal desvantagem é a possibilidade da perda um bem valioso como a casa, por essa razão há algumas restrições e análise de crédito para a abertura desse tipo de empréstimo. Saiba mais sobre como hipotecar um imóvel e as possibilidades oferecidas pelas instituições financeiras.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    Por lei, o único imóvel de um cidadão não pode ser hipotecado, assim, somente o segundo imóvel da família ou empresa pode ser usado como garantia do empréstimo. Ele será avaliado pela instituição e somente será concedido um montante que represente 70% do valor do imóvel. O solicitante terá um prazo de até 30 anos para pagar a dívida, sem que haja restrições de como utilizar o dinheiro disponibilizado pelas instituições. O solicitante pode utilizar o dinheiro do crédito da forma que bem entender.


  2. 2

    A taxa de juros de um empréstimo feita com a hipoteca gira em torno de 2 e 3% ao mês. Contra os 7% dos empréstimos convencionais. O que faz da hipoteca a forma de crédito cujos juros são os menores do mercado. As condições podem variar de acordo com o banco ou financeira solicitada, eles também podem levar em consideração a relação que o solicitante possui com o banco como período que possui a conta e serviços adquiridos.

  3. 3

    Antes de realizar um crédito com garantia em imóvel é preciso levar em consideração uma série de itens. O imóvel deve ter documentação em dias e ele deve estar todo regularizado quanto ao pagamento de impostos como o IPTU. Mantenha os documentos e comprovantes organizados, pois eles serão solicitados mais de uma vez antes do empréstimo ser liberado. O solicitante irá passar por uma análise de crédito, por isso terá de comprovar renda e ganhos. Dessa forma, o banco irá analisar os ganhos e determinar um valor que o solicitante seja capaz de pagar. É importante que o solicitante seja organizado quanto às dívidas para não correr o risco de fazer um re-parcelamento da dívida ou na pior das hipóteses perder o imóvel. Por isso é preciso ter condições de pagar as parcelas com tranquilidade.

Comentários
blog comments powered by Disqus