» Dinheiro » Como iniciar um relatório

Como iniciar um relatório

Galeria
Como iniciar um relatório

Iniciar um relatório nada mais que fazer um relato de alguma atividade qualquer, que pode ser científica, acadêmica, trabalhística etc. Muitos professores pedem, por exemplo, após uma visita a algum lugar ou após o término de algum curso/estágio a entrega de um relatório. Normalmente um relatório escolar contém seis partes: uma folha de rosto ou página de informações especiais; um sumário; uma introdução; um desenvolvimento; uma conclusão e uma bibliografia. Quanto à linguagem, ela deve ser simples, objetiva e correta. Nunca é demais lembrar que você deve redigi-lo no padrão de normas técnicas de alguma agência reguladora. No Brasil, usam-se as regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Por fim, muitas pessoas perdem muito tempo fazendo um relatório, siga os passos a seguir e não esteja mais nesse grupo!

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    Pense na resposta da seguinte pergunta: preciso relatar o quê? Desse questionamento sairá as informações principais de seu relatório, tais como métodos, objetivos do relatório, ideias centrais, circunstâncias etc.

  2. 2

    Pense na resposta da seguinte pergunta: para quem eu preciso relatar? Esse item é muito importante, principalmente porque é esse tópico que orientará a linguagem (mais simples ou mais rebuscada) que você utilizará.

  3. 3

    Pense na resposta da seguinte pergunta: por que preciso relatar? Ao responder, você automaticamente estará fundamentando seu desenvolvimento. A explicitação do contexto e a importância do relatório devem estar nessa parte.

  4. 4

    Monte a estrutura (topicalizada) do relatório: folha de rosto (escreva o título do relatório, o nome da entidade ou da firma, a data, o nome do autor, o nome do destinatário); sumário (coloque as subdivisões do relatório); introdução (indique os métodos utilizados, os objetivos etc.); desenvolvimento (mostre desenrolar da “experiência” em questão, que deve, posteriormente, ser analisado) e conclusão (apresente os resultados alcançados).

  5. 5

    Formate seu relatório em normas técnico-científicas e pronto! Agora é só mandar imprimir e entregar.

Dicas e AVISOS
  • Não faça uma introdução muito longa e prolixa e não use uma linguagem coloquial
  • Não use o plural majestático, isto é, o pronome “nós” para designar “eu”.
  • Se relatório tiver até dez páginas, você poderá fazer apenas um cabeçalho simples, como o de uma carta no lugar da página de rosto.
  • Não abuse em abreviaturas
  • Escreva com clareza, coerência e coesão
  • Se o relatório contiver mais de dez páginas, o sumário será formado pela página que se segue à do título.
  • Evite o uso da expressão coloquial “a gente”
  • Se o relatório for de pesquisa científica, use, preferencialmente, a terceira pessoa – o “se”, segundo alguns autores, é mais impessoal.
  • A redação do relatório deve obedecer a normas bibliográficas.
  • A redação do relatório pode ser feita na primeira pessoa (do singular ou do plural, no caso de trabalho em grupo)
Comentários
blog comments powered by Disqus