» Tecnologia » Software » Como interpretar graficos

Como interpretar graficos

Galeria
Como interpretar graficos

A matemática é para muitos um bicho de sete cabeças, principalmente quando o assunto é interpretação de gráficos. Isso se deve talvez às chamadas "inteligências múltiplas", onde cada um tem mais facilidade com determinado tipo de aprendizagem, e menos com outra.

Por exemplo, pessoas com boa memória visual tem facilidade em áreas artísticas. As com facilidade em interpretação, se expressam bem e arrasam em áreas que exija comunicação e contato com o público. E, as que tem boa associação através da logicidade de ideias dominam matemática e demais ciências exatas. Mas como se dar bem nessa disciplina tão necessária e presente no nosso dia-a-dia se logicidade não for o seu ponto forte?

Isso se torna ainda mais difícil quando o assunto é interpretação de gráficos, pois não há calculadora que resolva se você não sabe o que é necessário calcular. Sem contar que são muitas as funções dos gráficos. Eles podem ser usados para representar diversas informações e índices, podendo, assim, apresentar diversas unidades de medida, diferindo assim em sua finalidade. Veja agora o passo-a-passo de como se dar bem na hora de interpretar cada um deles.

Instruções
  1. 1

    Procure identificar inicialmente o que significa cada eixo do gráfico, lembrando que eixos são as linhas que aparecem formando-o, nas direções horizontal e vertical. Através delas, você já saberá do que se trata o resultado que precisa obter e terá um maior conhecimento a respeito do que o gráfico está informando, facilitando os demais passos.

  2. 2

    Identificar também a unidade de medida que é utilizada no gráfico também é outro passo fundamental na hora de interpretá-lo, uma vez que diferentes unidades de medida em um mesmo gráfico podem mudar completamente o seu sentido. Existem gráficos analisados através de porcentagens, outros analisados a partir de uma amostra de pessoas ou situações, há gráficos que usam totalidades ao invés de amostras. Há ainda gráficos medidos em números naturais, em centímetros, em metros por segundo. Enfim, são inúmeros modelos, mas reconhecer esta informação é um dos passos primordiais.

  3. 3

    Analisar a direção do gráfico também é muito importante. Há gráficos crescentes e decrescentes, e essa informação é uma das mais significativas, em todos os tipos de gráficos. Os crescentes são os direcionados para cima, sempre indicam um índice que subiu, que se elevou, que teve avanço. Já os decrescentes, direcionados para baixo, indicam redução, queda, baixa.

  4. 4

    Interpretar um gráfico de pizza já é bem mais simples, pois o mesmo apresenta determinadas cores e uma legenda indicando a que cada cor se refere. E, dentro de cada "fatia" (o gráfico ganha este nome porque realmente se assemelha à uma pizza cortada em fatias) há a quantidade ou porcentagem do que aquela cor indica.

    Sobretudo, fica claro que a interpretação dos gráficos se facilita muito quando seus pontos principais são identificados, pois só possível calcular ou entender algo quando sabemos exatamente do que se trata. Após identificar cada um desses pontos e as ligações entre eles, você será capaz de responder qualquer pergunta que for feita sobre o mesmo. Mãos à obra e bom estudo!

Comentários
blog comments powered by Disqus