» Dinheiro » Procura por Emprego e Vida Profissional » Como investir

Como investir

Galeria
Como investir

Não gastar mais do que ganhamos é essencial para evitarmos as tão temidas dívidas, porém depois de economizarmos o que fazer com o dinheiro guardado?
Esse artigo dá algumas dicas para quem tem algum dinheiro guardado e não tem idéia de como aplicá-lo.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    Poupança:
    A poupança, apesar das atuais mudanças, continua sendo um bom investimento para quem não gosta de correr muitos riscos. Ela tem a vantagem de ser isenta de imposto de renda para valores abaixo de R$50.000 e possui rendimento de 0,5%+TR ao mês.
    Caso os juros (SELIC) caia abaixo de 8,5% o rendimento da poupança passa a ser de 70% do Valor da SELIC+TR, o que diminuiria um pouco sua rentabilidade, porém essas regras só valem para depósitos feitos após 03/05/2012. Todos os bancos possuem opção de aplicar em poupança e o investidor pode retirar seu dinheiro a qualquer momento sem nenhum custo.

  2. 2

    CDB:
    Basicamente existem dois tipos de CDB: o CDB Pré Fixado e o CDB DI. O primeiro possui rentabilidade fixa determinado antes da aquisição. Se o resgate ocorrer em menos de 30 dias incide a tributação de IOF. O Imposto de renda diminui quanto maior o tempo de aplicação segundo o critério abaixo:
    Até 180 dias – 22,50%
    Entre 181 e 360 dias – 20%
    Entre 361 e 720 dias – 17,50%
    Acima de 720 dias – 15%
    A outra modalidade de CDB é o CDB/DI, essa aplicação é remunerada através do Certificado de Depósito interbancário (CDI) que utiliza a SELIC. Cada instituição financeira possui uma remuneração deferente, em geral, são consideradas boas as aplicações que remunerem acima de 90% do CDI, isso significa que o banco irá lhe pagar de juros 90% do CDI. Essa modalidade é considerada vantajosa em períodos de juros altos ou com tendência de subida.

  3. 3

    Títulos Públicos:
    Os títulos públicos são uma modalidade de renda fixa cuja principal função é captar dinheiro para o financiamento da dívida pública. Os investimentos podem ser a partir de R$100 e um investimento considerado bastante seguro. Possui um vencimento pré-determinado, caso o investidor desista antes do prazo, o título pode ser vendido no mercado.
    A rentabilidade pode ser fixa (determinada no momento da compra) ou variável (podendo ser indexada pelo IPCA ou pela SELIC). Nessa modalidade de investimento existe a cobrança de Imposto de renda, no momento da venda ou vencimento do título. Os títulos podem ser comprados diretamente no Website do Tesouro direto:http://www.tesouro.fazenda.gov.br/

Comentários
blog comments powered by Disqus