» Família » Relacionamentos e Família » Como pegar uma mina

Como pegar uma mina

Galeria
Como pegar uma mina

Como diria aquele cara que ninguém lembra o nome daquele filme que ninguém se importa, "armas e mulheres nunca são demais". Melhor ainda se as armas servirem para pegar mulheres. Táticas de guerrilha em baladas são as armas de um bom pegador ou para quem está na mão à espera da primeira garota que passar.

Para ajudar você a sair do zero a zero ou ter mais troféus na parede, aprenda agora algumas táticas de como pegar uma mina e mandar bem na arte de fazer a fila andar.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    O preparo é o primeiro passo.

    A menos que seu tipo de mulher seja algo entre a velha louca dos gatos dos Simpsons ou Carrie, a Estranha, saia de casa com as roupas certas para o abate.

    Lugares mais sossegados, como uma noite em um quiosque de frente para o mar ou um churrasco regrado a caixas de cerveja e música da boa, roupas leves e confortáveis são o melhor pedido. Prefira bermuda, camisa regata e tênis. Óculos escuros são altamente recomendados. Mas não seja maluco de sair por aí depois das 7 da noite com óculos escuros na cara, na testa ou na gola da camisa.

    Andar na estica é essencial.

    Perfume vem a calhar. A gatinha não vai resistir a um pescoço que a convida para chegar perto para tirar uma lasquinha do bom cheiro de um perfume.

    Mas não pegue pesado com a quantidade. Em vez de cheirar bem, a única vantagem de exagerar no perfume é espantar moscas.

  2. 2

    Ir sozinho para a caçada diminui as chances.

    Garotas gostam de status, de popularidade e poder. Um cara popular e cercado de amigos é um chamado para o acasalamento. O estilo lobo solitário só funciona em filmes franceses.

    Além de ajudar no status, estar cercado de aliados facilita na abertura do campo de visão e de contatos. Amigos sempre possuem amigas gatinhas, dignas de uma ponte. Grupos de garotas procuram grupos de garotos, na esperança de uma bebida de graça e chance de não irem voltarem para casa no zero a zero. Sim, mulheres também ficam no zero a zero. Mas, do contrário que acontece com homens, por preferência própria, não alheia.

  3. 3

    Sabia chegar, saiba sair.

    A apresentação é o ponto mais complicado da pegada. Uma chegada mal pensada pode acabar com as chances de bater um bom papo e, consequentemente, dar uns beijos sem compromisso.

    Estude o estilo da gatinha. Gatinhas mais descontraídas precisam de uma chega à altura. Seja bem-humorado, levante assuntos interessantes. Nada da velha e batida cantada do telefone do cachorrinho e do triste "você vem sempre aqui?". Todas as cantadas são bregas, só servem para tirar um riso da garota, que, se não tiver um grande humor, será apenas um riso de pena.

    Chegou, engajou uma conversa? Contato físico é uma boa pedida. Mas nada de exageros. Toque leves no braço, cabelos e cintura. Agarrar e mãos bobas são bons para taradas. Como descobrir se a garota é uma tarada? Não há como. Então não arrisque.

    Conversa demais é coisa para cabeleireiro. Aproxime-se um pouco a cada momento e encontre o ponto certo e roube um beijo. Mendigar beijo não é e nunca foi legal.

    Beijou? Gostou? Se possível, seja um cara legal e continue com ela, aproveite o momento ao máximo. A garota pode se tornar algo mais.

    Não gostou? Hora de pedir licença para ir no banheiro. Encontre a primeira saída e parta para a próxima.

    Vá em frente com essas dicas e aproveite a vida.

Comentários
blog comments powered by Disqus