» Saúde » Controle de Peso e Imagem Corporal » Como perder gordura

Como perder gordura

Galeria
Como perder gordura

Seja com remédios, exercícios cansativos ou dietas malucas, a grande maioria das pessoas quer perder gordura corporal.

Mas você sabe qual é a maneira correta de fazer isso, sem agredir o seu organismo e transformar naturalmente o seu corpo em uma máquina de queimar gorduras? É muito mais fácil que parece, e você pode seguir essas orientações por toda a vida; os exercícios corretos, aliados a uma reeducação alimentar adequada, proporcionam, além de queimar a gordura localizada, uma vida muito mais saudável.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    Alimentação é a chave para o sucesso

    Muita gente fala que nas dietas para perder gordura corporal, principalmente a gordura localizada e a terrível gordurinha abdominal, é necessário cortar as gorduras, as frituras, os ovos, a carne, mas você sabia que não é exatamente assim que funciona?

    Você pode sim comer muitas coisas e ter uma dieta abundante e variada, enquanto perde gordura.

    A chave para realmente perder peso não é se privar de várias comidas, e passar fome, mas sim turbinar sua alimentação com proteínas.

    As proteínas ajudam a construir músculos fortes, que são a grande diferença em termos de perda de gordura; os músculos proporcionam um grande gasto calórico para se manter, queimando os estoques de gordura disponível no seu organismo.

    Ao mesmo tempo que você preenche mais sua alimentação com proteínas, deve reduzir drasticamente os carboidratos refinados; para simplificar, poderíamos dizer que, na maior parte das vezes, é o "branco" da sua dieta, que realmente engorda.

    Os carboidratos refinados são rapidamente metabolizados pelo corpo, logo sendo estocados na forma de gordura, e é tudo o que nós não queremos, não é verdade?

    Exemplos de carboidratos refinados: farinha de trigo branca; açúcar refinado; amido de milho (conhecido como maizena), farinhas brancas em geral. Ou seja, procure, pelo menos na fase inicial da dieta, reduzir os doces, pães e massas o máximo possível.

    O corpo precisa de carboidratos, é verdade. Mas nesse caso, você deve preferir os carboidratos complexos e integrais; além de trazer a você a energia que você necessita no dia-a-dia, contém fibras e nutrientes, necessários para uma alimentação saudável.

    Portanto, ao se alimentar, sempre priorize a proteína e os carboidratos complexos. Por exemplo, no almoço, você pode comer um belo bife de carne, acompanhado de arroz integral e feijão, com salada, e você estará se alimentando saudavelmente, e ficará satisfeito por muito mais tempo.

    Leite é uma ótima fonte de cálcio e proteínas; mas o leite integral possui também uma grande quantidade de gordura saturada que convém evitar; prefira o desnatado. Queijos e iogurtes são bem-vindos, evidentemente que priorizando sempre as alternativas mais leves. Iogurtes cheios de açúcar não ajudam na dieta; cuidado com o açúcar escondido nos alimentos!

    Uma excelente opção de lanche, que deixará você satisfeita por mais tempo, além de ser doce, saboroso e cheio de proteínas, é o whey protein, encontrado em casas de suplementos nutricionais. Pense seriamente na opção de adicionar whey protein em sua dieta.

    Ovos são a melhor fonte de proteína encontrada na natureza; você sabia que o corpo absorve 91% da proteína do ovo? Se queremos mais proteínas, devemos certamente adicionar mais ovos na dieta.

    Não culpe as gorduras da sua alimentação por tudo: se é verdade que gordura saturada faz mal, certas gorduras são boas e desejáveis, como a gordura monoinsaturada, presente no azeite de oliva. Consuma com moderação.

    Para finalizar, uma dica não menos importante: água, muita água. No mínimo 2 litros por dia. A água ajuda a ativar o metabolismo, hidrata e ajuda o corpo a eliminar as toxinas, deixando você mais leve.

  2. 2

    Caminhada emagrece? Nem sempre!

    Um grande mito que tem se perpetuado é o de que exercícios aeróbicos, ou cardiovasculares, como caminhada, corrida, bicicleta, ajudam a queimar gordura. Mas nem sempre isso é verdade: o que mais se vê nas academias são gordinhos correndo na esteira!

    De fato é muito difícil encontrar um corredor gordo, não é mesmo? Mas também é difícil ver um corredor musculoso. Lembre-se; os músculos são importantes para a queima de gordura corporal.

    O corpo gosta de acumular gordura: ela é necessária para o bom funcionamento de seu organismo. Então, é por esse motivo que costuma ser tão fácil engordar e difícil emagrecer: o corpo não deseja se livrar dos estoques adquiridos de gordura. E ela será a última coisa que o organismo irá gastar, em caso de necessidade.

    Para gastos imediatos de gordura, o corpo mantém, na região do fígado, um pequeno estoque de gordura "à pronta-entrega", chamado glicogênio. A primeira reserva de gordura que o corpo sempre gastará é essa. Ele corresponde a mais ou menos 400 gramas.

    No exercício aeróbico, o corpo precisará queimar gordura para ter a energia necessária; assim ele vai apelar primeiramente para o glicogênio. O estoque corporal de glicogênio dura pelos primeiros 20 minutos de exercício. Após esse tempo, o corpo vai procurar fontes fáceis de energia, e de preferência, que possa poupar os sagrados estoques de gordura.. pra onde ele vai olhar? Para os músculos!!

    Assim, ele usará a proteína muscular, para proporcionar energia. E isso pode ser prejudicial a longo prazo, porque com menos músculos para manter, o corpo não gastará gordura.

    Para transformar o corpo em uma máquina de queimar calorias, o mais adequado é você fazer exercícios cardiovasculares por 20 minutos, e investir mais em exercícios que fortaleçam os músculos, como ioga, musculação e pilates.

    No exercício aeróbico, você pode queimar gorduras apenas durante o exercício. Fortalecendo os músculos, seu corpo queimará mais gordura para mantê-los, mesmo durante o tempo que você não está praticando exercício algum. Que maravilha, ver o corpo queimando calorias 24 horas por dia, 7 dias por semana, não é mesmo? Considere a alternativa de incluir exercícios de fortalecimento muscular na sua rotina!


  3. 3

    Dieta e exercícios: uma verdade inconveniente?

    Muita gente torce o nariz para essa dupla, mas muito disso é por falta de informação: ninguém precisa se matar na esteira nem passar fome para ter um corpo bem-torneado; priorizando os alimentos e os exercícios corretos, conforme dito acima, você realmente pode obter resultados mais rapidamente, sem tanto esforço e principalmente, sem passar fome.

Dicas e AVISOS
  • As informações passadas aqui são de caráter meramente informativo e não substituem a visita ao seu médico ou nutricionista.
Comentários
blog comments powered by Disqus