» Hobby » Atividades Recreativas » Como pescar curimba

Como pescar curimba

Galeria
Como pescar curimba

Saiba como pescar o peixe curimbatá conhecido popularmente como curimba um dos mais difíceis de serem fisgados pelos pescadores.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    Devido a sua boca pequena, o peixe curimba é um dos mais difíceis de ser pescado.
    Para pescar o peixe curimba é necessário o uso de anzóis finos e pequenos, entre o numero de dois a oito, para que a fisgada seja fácil. O curimbatá é um peixe muito “manhoso” e tem de a beliscar de forma leve na isca antes de “abocanhá-la”.

    Os curimbas podem ser encontrados nos rios nas bacias hidrográficas como a Araguaia-Tocantins, Amazônica, Prata e São Francisco. No caso do estado de São Paulo, o curimba é encontrado no rio Tietê que fica próximo a cidade Botucatu.
    O peixe curimbá possui escamas e boca pequena. Suas escamas são prateadas e tamanho geralmente é em cerca de 80 cm. Embora há relatos de que foram encontrados curimbas com até cinco quilos.

    Relativamente importante no mercado comercial, o curimba é encontrado em supermercados com grande porte de venda e em comunidades que apreciem o peixo como alimento e fonte sustentável.

    O principal alimento do curimbá são os micro-organismos que vivem no fundo da lama (aí o nome conhecido para papa terra ao peixe).

  2. 2

    Pescando nos rios:

    Muitos pescadores preferem pescar nos rios o curimbá. Neste caso, é necessário que se use um material simples para ir aos barrancos: varinhas de bambu.
    O preparo deve ser feito com farinha de trigo sem que esteja muito mole ou dura e sim consistente.
    Opte por uma linha que não seja grossa (muito grossa). Deve ter no máximo 0,40 mm por 50 cm (maior que a varinha).
    Para o molinete, não é necessário equipamento pesado e sim de qualidade. A linha deve ter 0,30mm no carretel e um chicote com massa consistente no chuveirinho de fundo. A técnica muito utilizada nas represas que possuem peixes curimbatás.
    Iscas artificiais não irão fisgar o peixe,a menos que tenham enroscado nelas (o que é muito difícil).
    Como a especie desse tipo de peixe anda em cardumes se pegar um e localizar o cardume você terá uma ótima pesca.

  3. 3

    Pescando nos Pesqueiros:

    Outra opção de pesca são os pesqueiros. O ideal é utilizar equipamentos leves uma vez que não há adversidades como “galhadas” onde o peixe possa se esconder.

    Usando o chuveirinho de fundo é possível obter bons resultados juntamente com as massas preparadas que parecem “farofa”. Acrescente água na massinha para ficar melhor.

    Nos pesqueiros os curimbatás ficam na margem no final do dia e podem ser facilmente pegos neste caso com as varinhas de mão.

Comentários
blog comments powered by Disqus