» Casa » Jardinagem » Como replantar orquideas

Como replantar orquideas

Galeria
Como replantar orquideas

As orquídeas são plantas lindíssimas, e que enchem a vista de todos num jardim, numa floreira ou numa varanda. Porém, são muito delicadas e que requerem cuidados especiais.

Caso contrário, não se desenvolverão corretamente e acabarão morrendo, muitas vezes por razões que não são bem compreendidas por quem as possui.

Nesse artigo daremos algumas luzes sobre como replantar orquídeas, que é dos passos mais essenciais ao bom desenvolvimento dessa planta. Confira agora o passo a passo.

Dificuldade
Fácil
Instruções

Coisas que você precisa

  • Vaso
  • pedras, pedaços de telha ou carvão
  • Substrato
  • Faca esterilizada
  1. 1

    Antes de mais nada é necessário escolher o vaso correto. Ele não deve ser grande demais pois as raízes não deverão ficar úmidas por muito tempo para não apodrecerem, logo a terra deve secar rápido. Por outro lado o vaso deve ser grande o suficiente para permitir o crescimento da planta até a nova replantação, que será depois de dois ou três anos, quando o substrato já estiver deteriorado.

  2. 2

    Para retirar a planta do vaso original, faça uma ligeira pressão nas bordas e puxe para cima. Se as raízes estiverem muito agarradas, pegue uma faca esterilizada e corte pelas bordas do vaso. Tente agora remover a maior parte do substrato antigo, mas faça-o com gentileza, de modo a não quebrar as raízes da planta.

    Principalmente as mais novas são muito sensíveis e também é muito importante para que a planta possa se adaptar bem no novo vaso. Quanto às raizes mortas e velhas, deixe algumas para estabilização da planta e corte as restantes com faca esterilizada, porque essas raízes poderão acelerar a reação de decomposição do substrato novo. Remova também os pseudobulbos mais velhos e mortos.

  3. 3

    No vaso novo, trate primeiro de revestir com material que facilite a drenagem, Você pode usar pedras, carvão e até pedaços de telha bem limpos. Coloque a planta de modo a que o rizoma, tipo de caúle aéreo da planta, fique a 1 cm abaixo da borda do vaso e o pseudobulbo mais velho fique encostado na parede do vaso.

    A frente da sua planta deve ficar dirigida para a zona central. Isso permitirá o crescimento de novos bulbos e o desenvolvimento saudável da planta. Continue colocando substrato, fazendo-o sempre pelas partes laterais do vaso. Não poupe em substrato, deve colocar uma boa quantidade para sustento e firmeza da planta no vaso.

  4. 4

    Não deixe a planta balançando. Se tal acontecer, amarre alguns caninhos de bambú nela, de modo a que fique firme mesmo em dias com muito vento. Nas primeiras duas semanas após a replantação deixe a planta num local menos luminoso que o habitual e não regue, umedeça apenas as folhas e o substrato, muito levemente.

Comentários
blog comments powered by Disqus