» Dinheiro » Procura por Emprego e Vida Profissional » Como se tornar um papa

Como se tornar um papa

Galeria
Como se tornar um papa

Embora o cargo de líder da Igreja Católica Romana e consequentemente de quase 1 bilhão de cristãos não mais ser cobiçado por nobres, reis e imperadores como era quando o papa governava os Estados Papais, território da Igreja que abrangia 26.000 km² da Itália e que durou de 754 até 1870, tornar-se papa ainda hoje é mais difícil que ocupar a presidência de um país.

A legislação eclesiástica pode até prever que qualquer cidadão do sexo masculino pode ser eleito papa e na história do papado, anterior a 1522, até pode ter muitos papas eleitos sem sequer terem sido antes sacerdotes, mas as coisas mudaram no Vaticano e nos últimos séculos todos os papas eleitos vieram do Sacro Colégio, que é o Senado da Igreja, constituído pelos cardeais.

Instruções
  1. 1

    Receber os ministérios de leitor e acólito, que a grosso modo são os cargos exercidos pelos leigos, ou seja, pessoas do povo, e que não fazem parte da hierarquia da Igreja.

  2. 2

    Receber o primeiro grau do Sacramento da Ordem, que é o diaconado, cuja formação tem duração de cerca de três anos, observado que entre a concessão do acolitado e a do diaconado tem que haver um período não inferior a seis meses.

  3. 3

    Após tornar-se diácono, a meta agora passa a ser o presbiterato, ou seja, o segundo grau do Sacramento da Ordem, ocasião em que deve assumir a condição de celibatário, ou seja, de castidade, por livre e amadurecida vontade, além de muito estudo. Somente a carga horária do currículo mínimo dos estudos teológicos é de 2.400 horas, sendo recomendado ainda o estudo das línguas grega e hebraica.

  4. 4

    Como presbítero ou padre, agora é somente esperar que o Santo Padre, o papa, lhe consagre o terceiro e último grau do Sacramento da Ordem, nomeando-lhe bispo, observado que a maioria dos padres morrem sem se tornar bispo.

  5. 5

    Mas caso você venha a fazer parte do Episcopado, que é o nome dado ao colégio dos bispos, ainda será necessário que o papa lhe nomeie cardeal. Agora sim, com muita diplomacia e política, você estará apto para se tornar um papabile, como é chamado os cardeais que possuem grandes chances de ser eleito papa. Aguarde o próximo conclave, que é o processo de eleição do papa e do qual somente os cardeais tem direito a voto, e obtenha dois terços dos votos. Pronto, "habemus papam!" Agora vá até a balaustrada da Basílica de São Pedro para dar a benção à cidade e ao mundo, e boa sorte na sua jornada de 16 horas diárias de trabalho.

Comentários
blog comments powered by Disqus