» Dinheiro » Como ser autônomo: saiba mais

Como ser autônomo: saiba mais

Galeria
Como ser autônomo: saiba mais

Um dos sonhos de muitos é ter a oportunidade de montar o próprio negócio ou trabalhar por conta própria. Embora nos trabalhos de carteira assinada várias sejam as vantagens como ter direitos trabalhistas, fundo de garantia entre outros o sonho de poder comandar o próprio trabalho ainda perdura. Antes de atuar desta forma é preciso entender o que é ser autônomo. O trabalhador autônomo é aquele em que se presta serviço remunerado a empresas ou terceiros por conta própria. Este é responsável pela própria remuneração e tributos dentre estes como o pagamento da contribuição do INSS.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    As vantagens de trabalhar autônomo são controlar o próprio horário de trabalho, administrar o lucro obtido, não ter que se preocupar com reclamação de patrão e ter um resultado financeiro mais satisfatório na maioria dos casos.
    Todavia todas essas vantagens oferecem um preço a ser pago dentre elas não ter garantia de estabilidade profissional e financeira, pois o trabalhador autônomo não tem patrão, mas também não tem rescisão. Isso significa que os direitos básicos de um trabalhador de carteira assinada como licença maternidade, 13° salário entre outros não são extensíveis a quem trabalhe por conta própria. Caso quem não esteja na condição de assalariado queira tirar férias terá que contar com muito planejamento.

  2. 2

    Na verdade esta á a palavra chave planejamento. Afinal de contas fazer uma carteira de clientes não é algo fácil e saber organizar as demandas para ter tempo disponível é fundamental.
    Tanto que por razões como a má administração dos recursos e tempo alguns acabam sendo levados a retornar para a condição de empregado. É preciso entender que para trabalhar por conta própria é preciso ter disciplina e que o esforço e dedicação são necessários.As vezes até mais do que se fosse empregado. Legalmente o profissional autônomo atualmente é caracterizado como microempreendedor individual (MEI) ou em outras palavras pequeno empresário. Essa mudança aconteceu a partir da lei complementar de nº 128, de 19/12/2008 que propiciou condições especiais para que este possa trabalhar legalizado.

  3. 3

    As vantagens disto é que este passará a ter CNPJ ( cadastro nacional de pessoa jurídica) que facilita a abertura de contas ,empréstimos e emissão de nota fiscal. Outra vantagem oferecida é a inclusão no cadastro do Simples ,possibilidade de contratar um funcionário e isenção de impostos federais ( PIS , COFINS,IPI ,imposto de renda , etc.)
    Para se tornar autônomo é necessário faturar no máximo R$ 60.000 anual e não participar de outras empresas/sociedade. Outro ponto é realizar o cadastro utilizando o CPF no portal do empreendedor pelo site e preencher as informações solicitadas.

Comentários
blog comments powered by Disqus