» Família » Bem-Estar da Família » Como socorrer pessoas em casos de engasgamento

Como socorrer pessoas em casos de engasgamento

Galeria
Como socorrer pessoas em casos de engasgamento

Quando acontece um engasgamento, há duas situações em que a vítima se pode encontrar: ainda consegue respirar, ou está com as vias respiratórias completamente obstruídas.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    No primeiro caso, o que se deve fazer logo é tranqüilizar a vítima para evitar que perca o controle da respiração e que a situação se torne ainda mais grave. Depois, deve-se fazer a vítima tossir de forma a tentar expulsar o corpo estranho, ajudando ao mesmo tempo com breves mas vigorosas palmadas nas costas. Deve-se também comprimir o tórax e o abdômen E se nada de isto resultar, a vítima deve ser levada imediatamente ao hospital mais próximo.
    Mas socorrer pessoas em casos de engasgamento pode ser mais complexo se as vias respiratórias estiverem obstruídas Nesse caso é preciso agir de outra forma. Nomeadamente: chamar de imediato uma ambulância, e enquanto o socorro não chega, tentar expulsar o corpo estranho executando manobras de compressão abdominal e torácica. Caso as manobras não surtam efeito, deve abrir-se a boca da vítima de engasgamento, tentar localizar o objeto que está a impedir a passagem do ar e se possível tirá-lo.
    Mas também há coisas que não deve fazer quando socorrer pessoas em casos de engasgamento. Para começar, nunca deve tentar retirar a causa do engasgamento com a mão ou com um objeto se a vítima for uma criança e ainda conseguir respirar espontaneamente. No caso do adulto só deve tentar retirar o objeto que está a bloquear a garganta se tiver absoluta certeza que sabe onde está localizado. E por último, a compressão abdominal não deve ser realizada em determinados grupos de pessoas: crianças com menos de um ano de idade e mulheres grávidas. Nesses casos deve comprimir-se o tórax.
    Os bebês são um caso particular de engasgamento e devem ser socorridos segurados pelo abdômen com a cabeça para baixo, mantendo firme a cabeça e segurando o queixo com a mão, e dando quatro ou cinco palmadas nas costas. E se isto não resultar vire o bebê de frente para si, e com dois dedos faça quatro compressões suaves no tórax. Depois deve fazer boca a boca (ou neste caso boca-nariz) e repetir as manobras anteriores. Não deve parar até que a criança retome o seu estado normal ou até que chegue o socorro médico necessário. E muito importante, vá sempre fazendo as manobras de respiração para que a criança não perca oxigenação. Se seguir estes conselhos, poderá ter tempo de evitar o pior.

Comentários
blog comments powered by Disqus