» Família » Relacionamentos e Família » Como superar o fim de um casamento

Como superar o fim de um casamento

Galeria
Como superar o fim de um casamento

Algo muito doloroso e difícil é superar o término de um relacionamento, ainda mais quando este relacionamento já se tornou um casamento. Superar o fim de um casamento é muito difícil e para muitas pessoas essa experiência pode ser extremamente dolorosa, pois é um tempo em que conseguimos conhecer o outro, se acostumar com o seu jeito, ficando difícil o fim. Mas com algumas dicas você ir superando aos poucos essa situação.

Instruções
  1. 1

    A palavra superação em muitas hipóteses, senão na maioria delas, é muito difícil de ser colocada em prática. Superar algo exige muita força de vontade e calma de espírito. O fim de um casamento pode ser muito desastroso para algumas pessoas. Assim, o primeiro que você deve fazer para superar essa situação é tentar pensar no porquê disso ter acontecido, não é o momento de procurar culpados, é o momento de refletir e ver o porquê não deu certo.

  2. 2

    Após realizar toda a reflexão necessária, proceda ao seguinte passo, procure se enxergar como alguém importante, pois muitas vezes sempre tem uma pessoa no casal que age com maior frieza e outra com maior emoção. Assim, você deve procurar se enxergar como uma pessoa, que merece ser feliz, que não pode e muito menos deve se abater, por mais difícil que seja o fim do casamento.

  3. 3

    Procure não ficar lembrando do que passaram juntos, isso é algo muito difícil, é a parte mais delicada para a superação do fim de um casamento, as lembranças em qualquer situação costumam doer muito e nos fazem chorar de tal forma que sentimos romper nossos corações, afinal as lágrimas não são mais do que a emoção quando se torna muito forte e precisa sair de nós de alguma forma. Assim sendo, procure desempenhar outros tipos de atividade, procure ocupar a sua mente, se dedicar ao seu trabalho, a outra atividade que não envolva o seu ex companheiro ou companheira, é o momento ideal para se concentrar em você.

  4. 4

    Procure sair com seus amigos, familiares, com as pessoas próximas a você, prefira ir a lugares que até então você não frequentava e que de preferência sejam lugares extrovertidos, animados. Ficar em casa se lamentando em nada ajuda, por isso seja alto astral, ainda que no início pareça ser forçoso.

  5. 5

    Ergua a cabeça e siga em frente, sem medo e receio de ser feliz, comece a perceber a pessoa maravilhosa e especial que você é, aproveite essa situação para se tornar cada vez mais independente, pois pessoas que são dependes emocionais costumam sofrer muito, desta forma, perceba que a vida está te dando uma nova chance de ser feliz e realizar as coisas por si só. Lembre-se, não nascemos grudados com o outro, podemos ter sua companhia, termos a pessoa ao nosso lado para amá-la e querer a realização de metas em comum, mas não se esqueça de que o outro é apenas um complemento da sua felicidade, porque ela depende unica e exclusivamente de você.

Comentários
blog comments powered by Disqus