» Hobby » Animais e Animais Domésticos » Como tirar berne de cachorro: saiba mais

Como tirar berne de cachorro: saiba mais

Galeria
Como tirar berne de cachorro: saiba mais

Os bernes são larvas transmitidas por alguns tipos de moscas, como a varejeira. Estas larvas são carnívoras, o que faz com que elas necessitem se tornar parasitas noutros seres vivos. Não é comum, mas estas larvas podem até passar para os humanos. Por isso tenha muito cuidado com os seus animais de estimação. Se notar alguma ferida estranha leve-o imediatamente ao veterinário. Mas, caso não tenha possibilidades financeiras de o levar constantemente ao veterinário, seguem-se algumas dicas para manter o seu animal saudável.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    Os bernes são normalmente encontrados em grupos pequenos, ou mesmo individualmente. Estes normalmente aproveitam pequenas feridas na pele para entrar dentro do corpo do cão. Com o tempo, os bernes podem ir aumentando, podendo chegar a criar verdadeiras crateras na pele do seu cão. Se notar algumas pequenas feridas no cão tenha cuidado, pois os bernes podem manter-se até 70 dias alojados no animal.

  2. 2

    Para tratar, é necessário primeiro observar a ferida e avaliar se se trata ou não de bernes. No caso de ter algum tipo de dúvidas, deverá sempre optar por levar o animal em um veterinário. Mas, se levar o animal no veterinário for complicado para você, existem lojas de animais que podem ajudá-lo. Nelas você encontra normalmente uns sprays, de cor azul ou prateada, que são adequados para tratar essas infecções. Deve aplicar esse spray durante dois ou três dias sobre a pele do cão. Ao fim desse tempo as larvas já deverão estar mortas, pelo que só resta retirá-las do corpo do cão. Está é uma das partes mais difíceis pois será necessário apertar as feridas até que as larvas saiam.

  3. 3

    Outra coisa que poderá dificultar a retirada das larvas é o fato de estas poderem ser pequenas demais para serem achadas, ou grandes demais para saírem pela ferida. Algumas feridas, devido ao pelo grande do animal, não podem ser observadas quando ainda são pequenas. Outras segregam líquidos, por isso desconfie sempre quando vir seu cão se lambendo de uma forma que habitualmente não é normal. Em casos extremos, quando as larvas já estão na fase de pupas, é mesmo necessário levar o animal ao veterinário pois apenas ele poderá tratar seu cão.

  4. 4

    No clima tropical brasileiro é muito comum existirem essas larvas. Um cão com feridas pode ficar facilmente afetado. Basta que uma mosca infectada pouse no cão e logo ele também ficará infectado. Depois, se não houver tratamento, o animal pode ser comido vivo. Por isso tenha muito cuidado com seus animais. Dê-lhes regularmente banho, mantenha o pelo curto e leve-o regularmente ao veterinário. Lá o seu cão pode ser facilmente inspecionado e desparasitado, evitando assim que surjam essas pragas.

Comentários
blog comments powered by Disqus