» Dinheiro » Finanças Pessoais » Contrato de prestação de serviços simples: saiba fazer

Contrato de prestação de serviços simples: saiba fazer

Galeria
Contrato de prestação de serviços simples: saiba fazer

O contrato de prestação de serviços é um elemento muito importante em qualquer negócio, de forma a garantir a legalidade de um trabalho prestado, mas também para assegurar a responsabilidade de quem está a presta-lo. Muita gente ainda desconhece como funciona este contrato, apesar de lidarmos com prestadores de serviços diariamente, como a faxineira de nosso apartamento por exemplo.

Além disso, o contrato de prestação de serviço é também uma garantia para quem presta o seguro. Imagine que, depois de fazer um trabalho qualquer, quem o contratou não lhe quer pagar. Como provar que foi contratado para prestar esse serviço?

Assim, qualquer trabalho ou serviço prestado deve ser sempre acompanhado por um contrato de prestação de serviços. É muito simples, fácil e rápido de elaborar, deve ter o consentimento de ambas as partes envolvidas e, no final, deve ser reconhecido legalmente por uma entidade competente para o fazer.

Aprenda aqui como escrever um contrato de prestação de serviços simples e proteja o seu trabalho e investimento no futuro.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    Não existe um modelo padrão de contrato de prestação de serviços, uma vez que os serviços diferem uns dos outros. No entanto, é bastante simples preparar o seu, já que os elementos a colocar são sempre os mesmos.

    Comece sempre por colocar os dados de ambas as partes do acordo, como o nome completo, o endereço oficial, o número de telefone e, claro, o número de documento pessoal. Depois vem o objeto do contrato, ou seja, a descrição do tipo de serviço prestado. Tente ser o mais objetivo possível, incluindo a duração prevista do trabalho que vai realizar.

  2. 2

    No escopo seja o mais detalhado e descritivo que conseguir. Por exemplo, se for um contrato de uma reforma na casa, escreva tudo o que estará incluindo na prestação de serviço: a pintura das paredes, a substituição das ferragens, a troca dos canos, etc.

    Também deve referir o que o contrato não inclui. Por exemplo, se o serviço da reforma na casa incluir a pintura das paredes, exceto na cave, escreve isso no contrato.

  3. 3

    No final, ambas as partes devem assinar o contrato na última folha e rubricar as restantes páginas. Arranje também uma testemunha, pelo menos. Depois, leve o contrato ao cartório para reconhecer a assinatura de todos os envolvidos, garantindo assim a sua legalidade. O contrato deve ainda ser assinado em duplicado, para que cada uma das partes fique com uma cópia para si.

Comentários
blog comments powered by Disqus