» Dinheiro » Negócios » Criação de peixes: saiba mais

Criação de peixes: saiba mais

Galeria
Criação de peixes: saiba mais

A criação de peixes em pesqueiros tem se tornado uma atividade muito lucrativa, já que a carne do peixe é muito apreciada e barata. Outra vantagem de se ter um pesqueiro é a diversão que a pesca proporciona para a família.
É através da piscicultura que os supermercados e restaurantes são abastecidos com a carne do peixe. O consumo é a principal finalidade do peixe, seja processado, industrializado ou fresco. Mas a piscicultura também contribui para o repovoamento de rios e represas, quando se detectam a diminuição de certo espécimes.
Como qualquer outro empreendimento, a criação de peixes exige atenção diária, limpeza, manutenção e planejamento.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    Há duas maneiras de fazer a criação de peixes: com tanque-rede ou escavado.
    A criação em tanque-rede consiste em mergulhar uma caixa retangular em um corpo d’água. Os peixes são colocados nessa caixa e fechado por uma tela.
    Já o tanque escavado se constitui em um buraco feito na terra o qual recebe um sistema de entrada e saída de água. Pela facilidade e custo, a criação em tanque-rede é o mais recomendável para quem procurar iniciar a piscicultura.

  2. 2

    Escolher a espécie a ser cultivada não vai depender somente da vontade do criador, é preciso levar em conta fatores como clima, temperatura, altitude e qualidade da água.
    O fator mais importante a ser levado em conta na hora de escolher a espécie a ser cultiva é o seu retorno financeiro, caso a piscicultura esteja voltada para o comércio.

  3. 3

    A partir do momento em que o criador escolhe a espécie e começa a criá-lo, ele precisa anotar como seus peixes estão se desenvolvendo. É preciso saber as épocas dos alevinos, quando eles se tornam adultos, quanto tempo levam para se desenvolverem até estacionarem.
    Por exemplo a Tilápia: ela costuma nascer na primavera, se desenvolve no verão e estaciona no inverno, período em que está pronta para ser comercializada.

  4. 4

    Os peixes se alimentam exclusivamente de ração, que pode ser encontrada em três tipos: farelada, peletizada e extrusada.
    A farelada deve ser usada nas primeiras fases. A peletizada é usada quando os peixes já estão crescido se se desenvolvendo. Por fim a extrusada alimenta os peixes desenvolvidos.
    Para o iniciante na piscicultura é recomendável que ele procure ajude de um técnico para ajudá-lo na manutenção do cultivo.
    Muitos problemas podem ocorrer na piscicultura como: superpovoamento, doenças, falta de oxigênio na água e excesso de sujeira. Com ajuda de um técnico o criador poderá resolver de forma pontual esses problemas.

Comentários
blog comments powered by Disqus