» Família » Bem-Estar da Família » Depressão na gravidez: como e onde procurar ajuda

Depressão na gravidez: como e onde procurar ajuda

Galeria
Depressão na gravidez: como e onde procurar ajuda

A gestação é um período de muitas mudanças para uma mulher, pois ocorrem muitas alterações, psicológicas e físicas. A maiorias maioria delas consegue contornar as mudanças e curtir a vinda de uma nova vida, porém, isso não acontece com todas as gestantes que, nesse caso, acabam ficando depressivas nessa fase.

Segundo um estudo realizado pela USP (Universidade de São Paulo), 20% das gestantes brasileiras sofrem com a depressão durante a gravidez, problema que pode fazer mal à mãe e ao bebê. Para evitar possíveis conseqüências da doença, é necessário realizar um tratamento adequado para a situação. Confira abaixo como e onde procurar ajuda para depressão na gravidez.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    Em primeiro lugar para saber que a mulher está com depressão durante a gestação e procurar ajuda é necessário saber quais são os sintomas apresentados. A gestante irá apresentar dificuldades para dormir, não terá disposição para realizar qualquer atividade e não conseguirá relacionar-se socialmente com outras pessoas.

  2. 2

    Além disso, em alguns casos, a mulher pode ter atitudes que prejudicam a gestação como, por exemplo, deixar de fazer o pré-natal, consumir bebida alcoólicas, fumar, não tomar as vitaminas receitadas pelos médicos no início da gravidez e que servem para fortalecer o feto e o seu próprio organismo.

  3. 3

    Essas condutas podem por em risco a vida da mãe e também do bebê, que devido ao consumo de substâncias prejudiciais, podem nascer prematuros ou com problemas de saúde. Se a depressão atingir um nível alto durante a gestação, ela irá continuar no pós-parto.

  4. 4

    Se a mulher grávida apresentar os sintomas citados acima por mais de quinze dias, primeiramente ela deve consultar o ginecologista responsável pelo pré-natal, esse profissional conseguirá identificar se a gestante realmente está com depressão e se for o caso irá encaminhá-la para tratamento psicológico.

  5. 5

    Na consulta com o médico, a grávida poderá desabafar e contar tudo o que está lhe afligindo, ou seja, todos os fatores que estão agindo sobre ela e fazendo com que as suas atitudes sejam alteradas. As sessões de tratamento psicológico devem ser feitas desde o período em que o quadro de depressão é diagnosticado até um determinado tempo após a gestação.

  6. 6

    A ajuda da família e das pessoas que convivem com a gestante é fundamental para que ela se recupere e tenha uma gravidez saudável. A mulher precisa sentir que tem o apoio de todos aqueles que fazem parte do seu circula familiar ou de amizade. Uma das recomendações para que a pessoa neste estado se sinta melhor é a realização de atividades terapêuticas ou físicas.

Dicas e AVISOS
  • Se a gestante apresentar os sintomas de depressão por 15 dias é necessário procurar um médico.
  • A depressão na gravidez prejudica a mãe e o bebê.
Comentários
blog comments powered by Disqus