» Dinheiro » Negócios » Empreendedor Individual: Como Se Tornar Um

Empreendedor Individual: Como Se Tornar Um

Galeria
Empreendedor Individual: Como Se Tornar Um

Agora seu trabalho por conta própria tem as mesmas vantagens e facilidades que qualquer outra empresa. Conheça os procedimentos necessários para tornar seu negócio informal em uma empresa.
Além da isenção de diversas taxas, o Empreendedor Individual terá seu CNPJ, e com isso facilidade para aquisição de investimento para seu negócio através de conta e financiamento bancário, emissão de boletos, notas fiscais.

Instruções
  1. 1

    A formalização do seu negócio é instantânea e gratuita. No site Portal do Empreendedor é possível preencher o formulário de solicitação, para seu negócio. Lembrando que seu faturamento anual não pode ser superior a R$ 60.000,00 e você não pode ser sócio ou administrador de outra empresa. O empreendedor deve se enquadrar numa das quase 500 categorias de atividades listadas no site.
    Após a formalização, o empreendedor terá o seguinte custo:
    - Para a Previdência: R$ 31,10 por mês (representa 5% do salário mínimo que é reajustado no início de cada ano);
    - Para o Estado: R$ 1,00 fixo por mês se a atividade for comércio ou indústria;
    - Para o Município: R$ 5,00 fixos por mês se a atividade for prestação de serviços.
    Este pagamento é realizado através da internet, no próprio site do Portal do Empreendedor, através da geração do documento DAS (Documento de Arrecadação do Simples Nacional).

  2. 2

    Sendo Empreendedor Individual, você torna-se um empresário com diversos benefícios. Dentre eles:

    - cobertura previdenciária (auxílio-doença, aposentadoria por idade, salário-maternidade, entre outros);
    - isenção de taxas para registro, redução da carga tributária;
    - direito a um empregado ganhando salário mínimo ou piso salarial da profissão;
    - ZERO burocracia. Não é necessário contador, mas é necessário guardar as notas das compras/vendas e fazer a declaração anual pela internet;
    - emissão de alvará, também pela internet;
    - pode participar de licitações e comprar do governo federal, estadual e municipal. Além de ser beneficiado através da lei complementar n.º 123/2006.

  3. 3

    Além dos benefícios acima citados, o empresário recebe uma consultoria do SEBRAE, nos aspectos mais importantes para gerir o seu negócio, até porque mais da metade das empresas encerram seu funcionamento no primeiro ano de funcionamento.
    É importante que após a abertura, a empresa prospere. A modalidade Empreendedor Individual foi inserida no mercado para facilitar a formalização do seu negócio, mas não com o intuito apenas de abertura imediata de instituições de pessoa jurídica. Mas sim que o negócio próprio seja valorizado e as oportunidades para o negócio crescer aumentem, e sejam reais.

Comentários
blog comments powered by Disqus