» Saúde » Beleza e Cuidados Pessoais » Espinhas nas costas: como tratar

Espinhas nas costas: como tratar

Galeria
Espinhas nas costas: como tratar

As espinhas são inflamações cutâneas causadas pelo aumento da atividade hormonal das glândulas sebáceas, que promovem o aumento das secreções e o aparecimento de bactérias – que inflamam a pele e provocam o surgimento de pontos negros e espinhas (bolhas vermelhas que podem conter uma substância líquida, denominada pus).
Nas costas, o aparecimento de espinhas é potenciado pelo excesso de oleosidade nessa área corporal.

Saiba como tratar as espinhas e diminuir o desconforto físico, estético e social causado por este problema dermatológico.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    No tratamento das espinhas, é preciso ter em atenção dois fatores fundamentais: primeiramente, é necessário desmistificar a crença de que o ato de espremer a espinha faz com que a mesma desapareça; pelo contrário, a pressão sobre a inflamação pode agravar a infecção e, em última instância, provocar cicatrizes cutâneas. Em segundo lugar, a base do tratamento contra a acne nas costas a adotar em cada caso terá sempre por base o controle da oleosidade, uma vez que quanto mais oleosa é a pele maior é a probabilidade de surgirem pontos negros e espinhas.

  2. 2

    Para avaliar corretamente a sua pele e fazer um diagnóstico adequado ao seu caso, consulte um médico dermatologista, que é o profissional qualificado para a prescrição do tratamento contra as espinhas. Primeiramente, é necessário efetuar uma higienização da pele com um produto próprio de qualidade e, em casos mais graves, é prescrito um antibiótico (que somente pode ser receitado pelo médico na medida em que é necessário avaliar os efeitos colaterais que o medicamento pode ter sobre o organismo do paciente).
    Os antibióticos podem ser tópicos, sob a forma de loção, pomada ou gel a aplicar na área lesada e cujo objetivo reside na eliminação das bactérias que potenciam o surgimento das infecções cutâneas. No caso dos comprimidos, estes são antibióticos orais destinados ao tratamento de problemas de acne mais graves.

  3. 3

    Outro mecanismo de combate a este problema reside na esfoliação regular da pele, de modo a desobstruir os poros e a eliminar as células mortas resultantes do excesso de secreção sebácea que se acumulam na pele. Este procedimento pode ser realizado de forma mecânica (com recurso a uma luva ou escova própria para o efeito) ou através do recurso a procedimentos que envolvam substâncias químicas, como é o caso dos “peelings”.

  4. 4

    Vigie a sua alimentação e evite a ingestão de alimentos gordurosos, processados, doces e carnes vermelhas. Dê preferência ao consumo de peixe, leguminosas, carnes brancas (como frango e
    perú) e beba pelo menos um litro e meio de água diariamente para repôr a perda de líquidos e manter o seu organismo hidratado.

Comentários
blog comments powered by Disqus