» Dinheiro » Finanças Pessoais » Financiamento de motos

Financiamento de motos

Galeria
Financiamento de motos

Atualmente, ter um veículo próprio é fundamental para locomover-se em uma cidade grande. Isso porque os transportes públicos estão com condições cada vez mais precárias. É possível perceber que há um aumento significativo de pessoas que começaram a reservar uma pequena parcela por mês para financiar seu próprio veículo. Além disso, segundo o IBGE, a redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) facilitou o financiamento de veículos.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    Para financiar uma moto é importante verificar nos órgãos SPC e SERASA e ter certeza que você está com o nome limpo. É necessário ter comprometimento ao fazer um financiamento e, para isso, estar com o nome limpo é fundamental. É preciso estar registrado em seu trabalho e comprovar o registro, por pelo menos um ano. Algumas seguradoras não concedem o financiamento caso contrário, isso mostra o comprometimento e a responsabilidade de quem está financiando. Deve ter renda de pelo menos três vezes o valor das parcelas e é preciso comprová-la.

  2. 2

    Não se esqueça de que uma moto financiada 100% no banco é um risco, pois se deve levar em consideração o número de parcelas e o valor da prestação. Os juros acabam ficando muito alto e, no final você estará pagando o dobro do valor total da moto. Fique atento aos juros, aos prazos e facilidades que o banco oferece.

  3. 3

    Ter em mãos uma boa entrada, como 60% do valor da moto, por exemplo, facilita os prazos e a garantia do banco aprovar um financiamento. Às vezes, esperar um pouco e, conseguir guardar um dinheiro acaba valendo mais a pena. Verifique o preço da moto que você deseja em sites de busca, usada ou nova, para não pagar mais do que a moto custa.

    Pesquise, não compre por impulso, tenha certeza que você vai conseguir arcar com as parcelas antes de entrar num financiamento. Atualmente, empresas de médio e grande porte verificam o nome de um candidato aos órgãos de proteção ao crédito e, acabam não oferecendo emprego caso o nome esteja sujo.

Dicas e AVISOS
  • Ter o próprio veículo requer responsabilidade no trânsito. Respeitar os pedestres, sinais de trânsito e não dirigir alcoolizado são regras de conduta social que devem ser seguidas para diminuir os riscos de acidentes fatais no trânsito.
  • Ter o próprio veículo requer grande responsabilidade no trânsito. Respeitar os pedestres, sinais de trânsito, os limites de velocidade e não dirigir alcoolizado são regras de conduta social que devem ser seguidas para diminuir os riscos de acidentes fatais no trânsito que aumentam todos os dias no Brasil.
  • Idades inferiores a 25 anos podem ser um obstáculo para conseguir o financiamento, por isso mesmo que você seja mais novo, tente levar documentos que provem estabilidade.
Comentários
blog comments powered by Disqus