» Dinheiro » Finanças Pessoais » Financiamento imobiliário Caixa: como funciona

Financiamento imobiliário Caixa: como funciona

Galeria
Financiamento imobiliário Caixa: como funciona

O sonho da casa própria é algo bem comum. A Caixa Econômica Federal possui uma gama de créditos para quem deseja moradia. São opções de financiamento imobiliário Caixa para todas as classes sociais. Isso devido a parceria com governo federal e a União. Ela possibilita que famílias com renda de R$ 900,00 mensais. Também existem opções para quem deseja construir a própria casa. A Caixa oferece crédito para todo os diversos tipos de público. Saiba mais sobre como obter a casa própria.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    O programa de Habitação popular beneficia as famílias com renda de até R$ 900,00. Os recursos do Orçamento Geral da União permitem subsídios para a compra de casas populares, ou mesmo a construção. Outra opção popular é o programa Minha casa minha vida. Utilizando este benefícios, o governo subsidia valores, que não serão pagos pelo comprador e sim pelo governo. Destes incluem, o seguro financiamento e custos para registro do imóvel.

    Existem mais de uma modalidade do programa. Ele é dividido de acordo com a renda familiar. Para famílias com renda de até R$ 1.395,00 por mês, a prestação tem valores a partir de R$ 50,00. Ela também não pode comprometer mais de 10% da renda familiar. Famílias com renda de até R$ 2.790,00 mensal podem financiar casas com valor de até R$ 130 mil e não podem comprometer mais de 20% da renda. Os juros não ultrapassam 6% ao ano e o comprador ainda terá desconto de 90% no que se refere a escritura da casa. Para famílias que tenham renda de 5 mil reais mensal, os descontos são inseridos no valor do seguro habitacional, além do subsídio.

  2. 2

    Para condições diferentes das listadas a Caixa oferece linhas de crédito distintas. Há a opção de carta de crédito SPPE (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo). Ela permite o financiamento de imóveis para residências. o tempo de pagamento é de até 30 anos. Outra opção é a do consórcio imobiliário, é possível utilizar o FGTS para complementar o valor do lance, porém tem a desvantagem é ter de esperar o sorteio, caso o comprador não possua o valor suficiente para ser contemplado por meio do lance.

  3. 3

    Com opções de linha de financiamento para quem deseja utilizar o FGTS também são exploradas pela Caixa. O plano pró-cotista. Para utilizar essa linha de crédito é preciso ter uma conta ativa do FGTS, por um tempo mínimo de três anos, além de ter um saldo igual ou superior a 10% do valor do imóvel. Para se informar mais sobre cada uma das opções é preciso ir a uma agência Caixa. Ela tem sempre uma opção de financiamento que cabe no bolso do brasileiro.

Comentários
blog comments powered by Disqus