» Casa » Design e Decoração Interior » Lâmpada fluorescente: como funciona

Lâmpada fluorescente: como funciona

Galeria
Lâmpada fluorescente: como funciona

Criada em 1938 a lampada fluorescente é uma tecnologia muito popular hoje em dia. Pois ao contrário das lampadas de filamento economizam energia e possuem maior eficiência por emitir mais luz do que calor.

Esse é um dos muitos benefícios desse item. Confira abaixo algumas informações e dicas de como utilizar a lampada fluorescente no dia á dia.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    A palavra chave hoje no mundo é sustentabilidade e parte disso se reflete no consumo consciente de itens de extração de energia como lâmpadas. E uma opção hoje econômica é a tecnologia fluorescente.

    As lâmpadas fluorescentes, funcionam com tubos de descarga de gás néon e possuem dois elétrodos em cada extremidade. O tubo de vidro que compõe a lâmpada, é coberto por uma matéria de fósforo e essa matéria quando exposto a radiação ultra-violeta, que é gerado nesse caso pelo ascender de luz ionizam os gases que por sua vez produz luz evidente.

  2. 2

    É comum as lâmpadas fluorescentes utilizarem gases árgon sobre baixa pressão. A lâmpada fluorescente é composta além da sua camada de fósforo por fora, também por filamentos nos seus extremos que são responsáveis por pré aquecer o interior da lâmpada e reduzir desse forma a tensão resultada da energia elétrica.

    Outra curiosidade sobre lâmpadas fluorescentes é que, estimam que atualmente 70% das luzes artificiais são produzidas através dessa tecnologia, porém pelo seu baixo consumo de energia, as lâmpadas fluorescentes são responsáveis por metade do consumo mundial de energia. Já que precisam apenas de 1/5 de eletricidade do que uma lâmpada normal necessita para ligar.


  3. 3

    Sua vida útil depende do modelo e tipo de lâmpada, no entanto suas horas de funcionamento geralmente passam das 45.000 horas, provando dessa forma sua grande eficácia, em relação aos demais tipos de tecnologias deste segmento, que geralmente duram apenas 1.000 horas. No entanto seu preço assim como seu tipo pode variar muito de acordo com a pesquisa de mercado. No entanto seu preço é superior as lâmpadas normais, mas seu benefício é muito maior que o preço final.

    No entanto em alguns países de primeiro mundo as lâmpadas fluorescentes são consideradas como resíduos tóxicos especialmente pelo mercúrio que tem em sua composição. Se inalado ou absorvido por qualquer ser vivo pode causar severos danos ao sistema nervoso central, por isso é importante o descarte consciente de lâmpadas fluorescentes.

    Ao romper uma lâmpada fluorescente, vapores e gases são lançados na atmosfera contaminando tudo o que estiver em sua volta. Por isso o descarte deve ser feito de forma correta para centros de coleta e tratamento de resíduos especiais.

Comentários
blog comments powered by Disqus