» Família » Bem-Estar da Família » Nódulo na mama: o que fazer

Nódulo na mama: o que fazer

Galeria
Nódulo na mama: o que fazer

O corpo da mulher é muito sensível e está sujeito a diversas ameaças, uma delas é o câncer de mama. Esta doença é uma ameaça não só à beleza do corpo feminino como também à vida da mulher. Para evitar a perda de vidas de mães, avós, esposas e filhas, existem atualmente diversas campanhas de conscientização promovidas tanto pelos governos quanto por empresas do ramo de estética e até mesmo hospitais particulares. Essas campanhas ajudam a disseminar orientações importantes como prevenção e cuidados que devem ser tomados para preservar a vida.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    A prevenção é sempre o melhor caminho. É aconselhável que a prevenção se inicie na ocasião da primeira menstruação, pois é neste momento que os hormônios se manifestam no corpo feminino causando diversas alterações. Mesmo antes de iniciar a vida sexual, todas as mulheres devem procurar um ginecologista que dará as orientações mais importantes.

  2. 2

    Todas as mulheres devem realizar, anualmente, os exames preventivos com um médico da sua confiança, especialmente após o início da vida sexual. O médico deverá examinar cuidadosamente as mamas, para detectar a existência de eventuais nódulos. Esse exame é muito simples e também pode ser realizado em casa mesmo. O autoexame deve ser realizado todos os meses pela mulher para identificar qualquer alteração nas mamas, de preferência, sete dias após o início da menstruação, quando o corpo não estará mais dolorido e sensível.

  3. 3

    Recomenda-se iniciar a prática do autoexame a partir dos 21 anos. O autoexame é simples, antes do banho, analise visualmente e procure alterações na pele como saliências, rugosidade ou depressões na mama. No banho com a pele ensaboada, faça movimentos circulares com os dedos indicador e médio procurando alterações ou nódulos na mama, inclua axilas e pescoço na busca. Este procedimento parece muito simples, porém ele irá ajudar a mulher a conhecer melhor o seu próprio corpo e identificar de imediato qualquer possível nódulo, e isso servirá de orientação ao médico no momento do diagnóstico.

  4. 4

    Após a menopausa, a instabilidade hormonal no corpo da mulher pode ocasionar alterações na mama. Por esse motivo, é imprescindível que a mulher que está vivenciando a menopausa deve intensificar suas visitas ao médico ou iniciar suas consultas com o mastologista. Mas o mais importante é estar sempre atenta à menor alteração no seu corpo, e ao primeiro sinal de que algo diferente está acontecendo, procure imediatamente um médico para que ele possa examiná-la e, caso seja algo mais grave, o diagnóstico precoce poderá salvar a sua vida!

Comentários
blog comments powered by Disqus