» Casa » Segurança e Dicas Domésticas » Tradutor juramentado: conheça a profissão

Tradutor juramentado: conheça a profissão

Galeria
Tradutor juramentado: conheça a profissão

O profissional responsável pelo exercício desta profissão é conhecido como Tradutor juramentado. O tradutor juramentado visa basicamente a tradução de idiomas, na qual ele possui conhecimento, facilitando o entendimento entre as partes. Enfim, se você quiser conhecer um pouco mais sobre essa incrível profissão atenção as dicas que seguem abaixo.

Instruções
  1. 1

    O indivíduo que ao menos sabe falar uma outra língua sem ser a de origem, já possui um grande requisito para muitos concursos e empregos, além da facilitação em se comunicar com as mais variadas pessoas, em qualquer lugar do mundo. O chamado tradutor juramentado é um profissional amplamente qualificado, que no Brasil normalmente é um tradutor público, que é sinônimo de tradutor juramentado. O indivíduo que quer obter essa profissão deve primeiramente realizar o concurso específico de tradutor juramentado, pois este cargo é conseguido através de nomeação, depois da passagem em concurso.

  2. 2

    Se exige que além do idioma Português, o indivíduo tenha pelo menos mais uma linguagem em seu currículo, sendo isso necessário para a realização do concurso para tradutor juramentado. Algo importante e que deve ser salientado, é que apenas a pessoa considerada como física é que pode prestar concurso, a pessoa jurídica não, nem se estiver representada por uma pessoa física, o requisito é que seja efetivamente o indivíduo físico, que irá desenvolver pessoalmente a profissão e atuar em seu próprio nome, sem estar vinculada a uma determinada pessoa jurídica.

  3. 3

    Se você possui alguma dúvida se um determinado indivíduo é tradutor juramentado, ou seja, se efetivamente tem o seu título porque efetivamente passou em concurso público, simplesmente basta você ir até à Junta comercial e requisitar o número em que ele foi registrado, para verificar se realmente houve o registro e se este indivíduo está habilitado ou não para exercer a profissão. A importância do tradutor juramentado é imensurável, para que se tenha noção disso, simplesmente o fato de um documento importante do estrangeiro ter vindo para o Brasil não o faz ter validade em nosso país, ele só somente ganhará eficácia se for traduzido por um tradutor juramentado.

  4. 4

    A tradução juramentada não tem segredo, o intérprete, que no caso é o tradutor juramentado, deverá traduzir um documento que está em língua estrangeira para a língua local do país. A Constituição Federal de 1988 exige que haja a tradução juramentada para que os documentos possam ter valor em nosso país, porém existem muitos países que a legislação específica nada menciona, ficando neste caso, a critério de cada Chefe de Estado decidir o que é melhor para o seu país.

  5. 5

    Algo muito importante sobre a profissão do tradutor juramentado, vem a ser o fato de que tudo que está no documento estrangeiro deve ser traduzido, não somente as letras, frases e mensagens, mas os selos, os carimbos, as chancelas, as assinaturas, tudo aquilo que possa identificar o documento e fazer com que se visualize que é um documento estrangeiro. O trabalho do tradutor juramentado se encerra com uma mensagem em que ele diz que, não se constará mais nada no documento estrangeiro (agora traduzido) e que, a tradução realizada é compatível com a original e que não se desvirtuou de seu sentido.

  6. 6

    Toda a tradução possui um valor específico, que normalmente será atribuído em seu final. É importante ressaltar que todo o material de auxílio que o tradutor juramentado possa ter utilizado para facilitar a sua tradução, vem a ser o fato de se colocar as referências, os locais em que o tradutor buscou auxílio para sua tradução. O trabalho do tradutor juramentado deve ser constado de forma explícita no documento, como seu nome, o número da tradução, número de páginas, de registro, o idioma para o qual foi transcrito, devendo haver ainda o registro de tal tradução na junta comercial.

Comentários
blog comments powered by Disqus