» Saúde » Viver Saudável » Transtornos alimentares

Transtornos alimentares

Galeria
Transtornos alimentares

Os transtornos alimentares são doenças de cunho psicológico, em sua maioria, que levam os indivíduos a se alimentarem de forma descontrolada, com prejuízos a sua saúde. Suas manifestações ocorrem já na infância ou adolescência e, caso não sejam tratadas a tempo, podem evoluir para casos de obesidade ou extrema perda de peso. Segundo dados do IBGE, em 2009 a obesidade atingiu no Brasil 12% de homens e 17% das mulheres. Existem várias classificações para os diferentes comportamentos alimentares existentes e já foi confirmada uma relação entre os transtornos e problemas de disfunção emocional, seja na família, na escola, trabalho ou com relações sociais. O diagnóstico dos transtornos alimentares é feito com base em testes psicológicos desenvolvidos especialmente para esse tipo de doença. Já o tratamento, é feito em duas etapas principais que visam cuidar do corpo e da mente do paciente de forma paralela. É importante que todos os aspectos sejam estudados a fundo e tratados para que o paciente não tenha reincidências do mesmo problema no futuro.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    Relação com outros distúrbios psicológicos.
    A maioria dos transtornos alimentares estão associados a outras doenças de ordem psicológica, geralmente um trauma ou situação desagradável causado na infância ou adolescência. Outras causas dos transtornos alimentares incluem a presença de histórico familiar da doença, um contexto sociocultural, na qual a magreza é exaltada como padrão exclusivo de beleza, disfunções no metabolismo e alguns traços de personalidade, como baixa auto-estima, perfeccionismo e instabilidade afetiva.

  2. 2

    Conheça os tipos mais comuns de transtornos alimentares.
    Anorexia – Doença caracterizada por uma grande perda de massa corpórea. Quando a compulsão está fora de controle, o índice de massa corpórea do indivíduo pode se reduzir a 17,5 kg/m², algo que é extremamente perigoso. Geralmente o indivíduo com esse distúrbio utiliza técnicas que provocam o vômito do alimento ingerido, o que impede a absorção de nutrientes essenciais para o organismo.
    Bulimia – Embora não haja um quadro de emagrecimento extremo como no caso da anorexia, os indivíduos bulímicos também possuem compulsão pela perda de peso. Após episódios descontrolados de alimentação excessiva, os pacientes com essa doença buscam várias formas de se “livrar” das calorias obtidas, seja por via de exercícios exagerados ou pela provocação do vômito.

  3. 3

    Outros distúrbios alimentares.
    Além daqueles mais conhecidos, existem vários outros distúrbios que dependem de uma análise mais aprofundada de um profissional psicólogo para serem diagnosticados. Dentre eles, o Transtorno de Compulsão Alimentar Periódica e o Transtorno Obsessivo Compulsivo por alimentos são os mais comuns.
    Embora sejam extremamente danosos à saúde, os transtornos alimentares podem ser tratados com a ajuda de um profissional capacitado e especializado, que vai realizar buscas e pesquisas no interior do psicológico de cada indivíduo até encontrar as origens que o levam a prejudicar o seu próprio corpo.

Comentários
blog comments powered by Disqus