» Família » Bem-Estar da Família » Ultrassonografia morfológica: como é feita

Ultrassonografia morfológica: como é feita

Galeria
Ultrassonografia morfológica: como é feita

A ultrassonografia morfológica ou também comumente chamada de ecografia, é considerado um método usado por médicos para fazer diagnósticos no bebê ainda na barriga da mãe com o aproveitamento do eco que o som produz, o que permite ver em tempo real os movimentos de qualquer ou estrutura e órgãos de um organismo. O aparelho que é usado por médicos profissionais para fazer a ultrassonografia morfológica é o ultrassom, a freqüência que esse aparelho possui normalmente varia de 2 até 14 MHz dependendo que o transdutor o aparelho possua.

Dificuldade
Fácil
Instruções
  1. 1

    Esse aparelho para fazer a ultrassonografia morfológica emite o som a partir de uma fonte de cristal piezelétrica, essa parte do aparelho fica em contato com a própria pele da mãe, assim é capas de receber os ecos que são feios pelo bebê, esses sons vão ser apresentados em uma tela através de métodos da computação gráfica. A qualidade do aparelho se define pelo fato de quanto maior a freqüência que ele emite melhor será a imagem obtida na tela, assim o médico poderá dar diagnósticos mais específicos sobre a atual saúde que o bebê possui, assim podendo prevenir possíveis doenças. Mas a imagem da ultrassonografia morfológica pode também mudar dependendo da composição das estruturas do ser vivo, isso muda os sinais que o organismo irá mandar para o ultrassom.

  2. 2

    Outra coisa que a ultrassonografia morfológica permite é conhecer o sentido e o fluxo que o sangue está atuando, isso tudo através do efeito denominado como Doppler. A vantagem da ultrassonografia morfológica é a não utilização da radiação ionizante, como é o caso dos métodos de na radiografia e também na tomografia computadorizada, ou seja, esse método se constitui e se populariza por ser um método não invasivo, barato e ideal para avaliar a situação de gestantes na idade procriativa.

  3. 3

    Esse exame é considerado pela comunidade médica como um método de diagnóstico feito por imagens muito versáteis e ubíquas, o custo operacional é muito baixo o que ajuda principalmente para hospitais públicos. A popularização desse método começou nos últimos vinte anos do século vinte, só se desenvolveu como exame médico através do desenvolvimento tecnológico, esse método pode ser usado como um método dirigido para determinado órgão para também avaliar doenças, para realizar esse exame hoje em dia o profissional deve passar por um treinamento especifico. As imagens se apresentam de formas seccionais ou até mesmo tridimensionais, além de permitir o estudo dos movimentos das estruturas orgânicas.

Comentários
blog comments powered by Disqus