Crochet: Passo a Passo, Pontos e Moldes

O crochê pode ser classificado como um artesanato feito com linhas. Ele é realizado com uma agulha especia, mais grossa, e é constituído de um trançado particular que forma malhas e rendas.

A palavra é de origem nórdica e significa gancho, que tem relação ao formato da agulha com a qual esse artesanato é realizado. Não se sabe ao certo quando esta prática teve início, mas há pesquisadores que afirmam que ela é antiga, muito, e que pode ter começado até mesmo na pré-história.

Ao iniciar sua prática do crochê, uma das primeiras formas que você deve aprender é a chamada correntinha. Com ela você será capaz de fazer outros formatos mais complexos e elaborados.

Ela seria uma base, uma fundação para os próximos passos. Uma boa notícia é que a correntinha é também um dos pontos mais fáceis do crochê e com pouca prática pode-se executá-la. A atenção aqui deve ser redobrada para que se consiga estabelecer uma uniformidade na tensão da corda, para que não fique folgada demais nem apertada demais.

Agora, siga os passos para realizar a correntinha. Puxe a linha com a ponta da agulha, depois você a passará pelo nó, desta forma cada vez que realizar a operação fará crescer a correntinha.

Assim que estiver feita a laçada nova, puxe a agulha, faça isso de forma que a nova corrente formada fique do mesmo tamanho e tensão da anterior. Você continuará puxando a agulha por baixo da linha, dessa forma sempre formando um novo ponto. Sempre que for contar as correntinhas, não conte a primeira, aquela que ainda está na agulha.

Agora você já sabe como realizar a correntinha. Procure dar uma atenção especial também a um pouco mais sobre um outro movimento bastante importante no crochê, o ponto baixo. Ele é muito necessário na arte para criar áreas sólidas, também chamadas de áreas fechadas.

Elas servem de referência muitas vezes para os seus opostos, ou seja, as áreas abertas. Este ponto do crochê é muito comumente utilizado para arrematar roupas ou panos de decoração pela casa, pois é muito simples de ser realizado e o efeito que causa é muito agradável aos olhos. É possível criar um pano inteiro ou até mesmo um chale para os dias mais rigorosos de inverno inteiramente a partir do ponto baixo. Siga as nossas dicas e tente começar hoje mesmo a fazer suas peças. A grande vantagem do crochê é que suas peças serão únicas e inimitáveis.

Bico de Crochet Simples (dicas e passo a passo)

Na primeira carreira faça um ponto baixo no tecido seguido de 3 correntinhas, um ponto baixo no tecido e assim sucessivamente até o final desta carreira.

Na segunda carreira faça um ponto alto no primeiro ponto baixo da carreira anterior, faça então 3 correntinhas e um ponto alto no ponto baixo seguinte da carreira anterior.

Na terceira carreira faça 5 pontos altos no intervalo formado pelas 3 correntinhas entre os dois pontos altos da carreira anterior.(nesse primeiro bloco o primeiro ponto alto equivale a 3 correntinhas)

Após feitos os 5 pontos altos,faça 3 correntinhas para formar o primeiro pico.

Volte atrás e introduza a agulha no último ponto alto do bloco de 5 pontos altos e faça um ponto baixo.

Continue a sequência de 5 pontos altos e 3 a 4 correntinhas que devem ser retornadas para ligar ao último ponto alto até que finalize a carreira.

Arremate o trabalho.

Blusa de Crochet (Dicas e passo a passo)

Em primeiro lugar comece sabendo que a blusa de crochê pode ser usada em qualquer estação, dependendo da textura e do caimento dela. Nas estações de calor como a primavera e o verão, pode-se recorrer aos modelos de blusas mais frescos, que podem ser usados com uma sobreposição.

Normalmente estas blusas possuem aberturas, como se fossem rendas. Portanto, é indicado que elas sejam combinadas com regata de cor semelhante ou com um tope, dependo do estilo da blusa e a ocasião em que ela será utilizada.

Quando o artigo em crochê for usado durante o dia recomenda-se que a peça de baixo deve ser sóbria e fechada, uma vez que blusa já é aberta. Com relação às outras peças, ela pode ser aliada com calças formais e informais, basta adequar-se a situação.

Também existem as blusas de crochê com manga curta, com pontos unidos e fechados. Estas por sua vez podem ser usadas em ocasiões mais formais, com roupas mais discretas. Além disso, também pode ser aliadas com peças de tons mais claros.

Já as blusas em crochê de mangas compridas são mais indicadas para os dias de frio, porém isto pode variar conforme a textura da roupa.

É possível encontrar que possuem além dos pontos, detalhes incríveis confeccionados únicos e exclusivamente através do crochê com aplicações de flores ou contas de pérolas.

Neste caso, o artigo pode ser combinado com calças de tons mais escuros, botas, entre outros calçados fechados. Esta roupa agrega delicadeza e sutileza ao visual, de quem a usa por isso os acessórios também precisam estar de acordo com a proposta da peça.

Qualquer pessoa pode usar blusas de crochê, basta encontrar uma peça que se enquadre ao seu estilo e ao seu corpo. Ao utilizar esta roupa tenha cuidado para não desfiar nenhum ponto.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *