Papagaio: como legalizar e principais cuidados

Reading time: 6 minutes

Muitas pessoas desejam criar um papagaio. Além da burocracia para se ter um legalmente é preciso ficar atento ao que eles comem quando criados em cativeiro. Como para qualquer outra vida animal, a alimentação de um papagaio precisa ser saudável e leve para que a saúde de sua ave seja o mais saudável possível. Fala em dieta não que quer dizer a perda de peso e sim a uma alimentação saudável. Não é um regime e sim vida.

Se os papagaios estivem na natureza eles entrariam, naturalmente, uma alimentação saudável, diversificada e, por isso, muito rica em nutrientes que eles precisam para voar e viver alegremente. Quando a criação é em cativeiro é um pouco mais complicado, pois os papagaios tende a gostar de alguns e não tanto de outros. Em um cativeiro, com ajuda de um nutricionista, essa tarefa dica ainda mais fácil. Mas e se o cativeiro é caseiro e não há nem um veterinário para acompanhar diariamente? Então é hora de acompanhar esse texto e aprender o que pode ou não ser oferecido como alimento para seu papagaio e assim evitar que ele tenha complicações por causa de uma má alimentação.

Como Legalizar um Papagaio?

Desde os tempos mais remotos o ser humano sempre teve o hábito de adestrar um animal para lhe fazer companhia como gatos, aves, ou então para ajudar na execução de determinadas atividades, como cachorros e cavalos entre outros.

Porém quando o mundo ainda não se preocupava como a preservação das espécies e bem-estar dos animais não era necessário obter uma autorização para criar em sua residência determinada espécie.

Entre os pássaros, o papagaio é a ave que mais pessoas desejam ter em suas casas, porém para criá-lo é preciso ter uma autorização. Confira abaixo com legalizar um papagaio.

Para obter uma autorização é necessário fazer um pedido ao IBAMA, que é o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente, responsável pelo controle e conservação das espécies de animais silvestres como os pássaros, peixes, onça, entre outros.

Em primeiro lugar, ao procurar uma unidade do IBAMA a pessoa deverá provar qual é a origem do papagaio, pois há casos em que esta ave é traficada e vendida de forma ilegal.

Por isso, na hora de adquirir a sua ave procure um lugar que tenha o selo do IBAMA, que forneça um recibo que possa servir como prova.

Existem diversos criadores de aves que são legalizados, seguindo as regras e as normas do IBAMA, emitindo notas fiscais, informações a respeito da espécie da ave e o seu número de registro.

Ao comprar o papagaio em um destes locais será muito mais fácil legalizá-lo.

Depois de comprar a ave no lugar correto ela vai vir com um documento que servirá para registrá-la, uma espécie de certidão de nascimento do animal.

Neste papel estará descrito a origem do papagaio e o seu número de inscrição. Se o dono da ave for pego sem este documento poderá ser preso por criá-la de maneira ilegal em cativeiro.

Com a certidão de nascimento do papagaio e os seus próprios documentos a pessoa deverá procurar uma unidade do IBAMA para solicitar a autorização oficial para poder manter a ave em ambiente doméstico.

Para legalizar o papagaio será necessário gastar R$ 600,00 para as aves que não são treinadas e R$ 3, 000,00 para aves treinadas.

Ao pagar o preço e fazer a legalização a pessoa deverá se comprometer com a criação do animal, pois não será mais permitido soltá-lo na natureza.

Além disso, também deverá prezar pela saúde do papagaio levando-o ao veterinário regularmente, uma vez que esta espécie pode pegar doenças e acabar transmitindo para os humanos.

Também será responsabilidade do dono da ave prover uma habitação adequada para o animal a fim de evitar que ele se machuque ou qualquer outro tipo de situação que coloque a sua vida em risco.

Como Alimentar um Papagaio?

No Brasil há uma vasta produção de rações para papagaios que é possível encontrar em lojas especializadas. Elas contém as necessidades nutricionais que sua ave irá necessitar durante toda a vida. É uma forma de reduzir o desperdício e elas ficaram saudáveis e muito bem nutridas. Mesmo assim, é bom que varie um pouco acrescentando frutas, verduras, castanhas e até sementes. Ofereça ao seu papagaio como petisco. Ele vai adorar.

Para manter a ave sadia é preciso acrescentar alimentos frescos de boa qualidade e quantidade suficiente para o bem estar de seu animal. Você pode semi cozinhar feijão, lentinha, grão de bico e até ervilha. Milho, brotos, verduras e frutas como mamão, maça e frutas da época são ótimas apostas. Não deixe de variar e acrescentar cereais e pequenas quantidades de girassol e castanhas. Provavelmente terá dificuldade em fazer com o seu papagaio se adapte a um cardápio tão variado, mas é preciso. Procure um veterinário para auxiliar nessa etapa.

Se desejar criar um papagaio filhote ou o seu papagaio venha a ter filhote é precisa ficar ainda mais atento à sua alimentação. Uma boa dica é escolher uma boa ração farelada. Ela contém com níveis de proteína, vitaminas, cálcio, minerais e muitos outros nutrientes. Mas lembre-se de fornecer a comida, que deve ser entregue em forma de papinha, de forma fresca e morna. Nada de comida quente.

Como ensinar um Papagaio a Falar?

Mantenha uma rotina normal com seu pássaro. Por exemplo, alimente-o, limpe a gaiola e brinque com ele normalmente.

Tente um simples ‘Bom dia’ com seu pássaro no início de cada dia. Tenha em mente que alguns papagaios vão aprender palavras mais cedo do que outros.

Repita certas palavras ou frases cada vez que você fizer algo, como ‘Cima’ quando você levantar o seu pássaro, para ensiná-lo a associar um certo movimento com determinadas palavras.

Fale frases apropriadas enquanto você atende as necessidades do papagaio. Quando for alimentá-lo, por exemplo, pode dizer, “Mmmm, que sabor bom.” Isso fará com que seu papagaio se acostume a interagir.

Agende dois treinos de 10 minutos por dia. Estes devem estar em um local o mais tranquilo possível para evitar distração.

Comece por dizer uma frase de uma palavra ou duas repetidamente nestas sessões. Se o pássaro responder com um grito ou um outro ruído, elogie-o e dê-lhe um doce.

Continue com frase de uma palavra. Isso pode levar semanas ou meses para seu papagaio repetir. Uma vez que repetir a primeira frase, passe para a próxima. O pássaro irá repetir a segunda palavra muito mais rápido do que a primeira.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *